Ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli é preso nos EUA

O ex-presidente do Panamá Ricardo Martinelli foi preso nesta segunda-feira (12) em Coral Gables, na Flórida, disse o porta-voz do serviço U.S. Marshals, unidade da polícia federal americana, Barry Golden. Segundo o porta-voz, Martinelli deverá se apresentar em uma corte de Miami nesta terça, informa a agência Reuters.

A Interpol havia emitido uma ordem de prisão de Martinelli no mês passado. Ele é acusado de usar dinheiro público para espionar ilegalmente mais de 150 pessoas de seu país durante seu mandato presidencial de 2009 a 2014.

De acordo com a France Presse, o ex-presidente também é investigado pela justiça panamenha por inúmeros casos de corrupção durante seu governo.

Filhos envolvidos no caso Odebrecht

Seus filhos, Ricardo e Luis Enrique Martinelli Linares, foram acusados no Panamá de cobrar propina da Odebrecht. Segundo o Ministério Público panamenho, “três sociedades anônimas em que aparecem como beneficiários os filhos do ex-mandatário receberam valores milionários entre 2009 e 2012”.

Segundo o jornal “La Estrella de Panama”, as transferências foram feitas “através de várias empresas offshore que a construtora Odebrecht utilizou para fazer pagamentos indevidos a funcionários públicos ao redor do mundo”.

Ricardo e Luis Enrique Martinelli teriam recebido mais de 20 milhões de euros através de várias sociedades, segundo as investigações. A Odebrecht pagou no Panamá, entre 2010 e 2014, mais de US$ 59 milhões em subornos em troca de contratos avaliados em mais de 175 milhões de dólares, segundo o Departamento de Justiça dos Estados Unidos.

O ex-presidente do Panamá, Ricardo Martinelli, em foto de 28 de maio de 2014 (Foto: AFP Photo/Gerard Julien)

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *