Dois morrem e centenas passam mal após refeição em campo de refugiados no Iraque

Duas pessoas morreram e centenas tiveram de ser atendidas após uma intoxicação alimentar em massa em um campo de refugiados Hasansham U2, no norte do Iraque, nesta terça-feira (13). O campo abriga milhares de pessoas que fogem do confronto das forças iraquianas contra o Estado Islâmico em Mossul.

Menina é confortada pelo pai enquanto recebe atendimento médico no campo no campo de refugiados Hasansham U2, no norte do Iraque (Foto: Balint Szlanko/ AP)

O porta-voz do Ministério da Saúde, Seif al-Badr, afirmou que duas pessoas morreram e 752 tiveram intoxicação alimentar, segundo a France Presse. A BBC informou mais cedo que uma criança está entre os mortos.

Já agência das Nações Unidas para os refugiados (ACNUR) informou que, dos cerca de 800 casos registrados, 200 precisaram de atendimento no hospital.

Refugiados retornam ao campo após serem tratados em hospitais perto de Mossul, no Iraque (Foto: Reuters/Alkis Konstantinidis)
Refugiados retornam ao campo após serem tratados em hospitais perto de Mossul, no Iraque (Foto: Reuters/Alkis Konstantinidis)

Após a refeição, feita para quebrar rapidamente o jejum imposto pelo Ramadã diariamente, chamada de “iftar”, as pessoas começaram a vomitar e ficar desidratadas.

A refeição, que continha feijão, frango e iogurte, foi preparada em um restaurante em Irbil e levada ao campo por uma instituição de caridade Qatari, de acordo com a agência de notícias Rudaw. Uma investigação foi aberta para apurar o ocorrido.

Mais de 800.000 pessoas tiveram que fugir de suas casas em Mossul desde que as forças iraquianas, apoiadas pela coalizão internacional liderada pelos Estados Unidos, iniciaram uma ofensiva para expulsar o grupo extremista da cidade.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *