Alemanha registra mais de 200 ataques contra centros de refugiados em nove meses

A polícia da Alemanha registrou entre janeiro e setembro deste ano um total de 211 ataques contra centros de refugiados, quase um por dia, embora o número represente uma clara queda em relação aos dois anos anteriores.

Segundo estatísticas do Escritório Federal de Investigação Criminal (BKA) divulgadas nesta segunda-feira (6) pelo jornal “Neue Osnabrücker Zeitung”, a maior parte destes ataques teve uma motivação política e um contexto ultradireitista.

Imigrantes descansam em um abrigo temporário em um salão de esportes em Hanau, na Alemanha. O país é um dos principais destinos dos imigrantes e refugiados que chegam à Europa vindos do Oriente Médio (Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters)

Nos nove primeiros meses do ano ocorreram mais ataques contra albergues de acolhida que no conjunto de 2014, um ano antes da explosão da crise dos refugiados, quando se contabilizaram 199.

No entanto, o número indica que 2017 consolidará a tendência de queda de violência do tipo, iniciada no ano anterior. O máximo histórico de ataques ocorreu em 2015, ano no qual chegaram à Alemanha cerca de 900 mil refugiados.

A BKA registou em 2015 um total de 1.031 delitos contra centros de refugiados, entre os quais se incluem ataques incendiários e assaltos, e cerca de mil em 2016.

Em comparação, entre janeiro e setembro de 2016 aconteceram 866 ataques contra este tipo de instalação.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *