URT sai na frente, vê Boa igualar, mas aproveita último lance e vence a 1ª

O Boa Esporte queria embalar na competição e até mostrou que tinha potencial para isso. Ao ver a URT sair na frente aos 15 minutos do primeiro tempo, reagiu, conseguiu o empate ainda no primeiro tempo, apresentou mais volume de jogo na segunda etapa, mas não contava com um ataque fulminante da URT no último lance da partida, que culminaria na primeira vitória do time de Patos de Minas no Mineiro ao fazer 2 a 1, com gols de Alex Murici e Aleksandro. Romário descontou para o Boa

O resultado além de ser positivo, coloca o time do Alto Paranaíba na sexta colocação, com quatro pontos. O Boa continua na décima posição, com apenas três pontos.

URT vence o Boa Esporte por 2 a 1 em Varginha (Foto: Reprodução EPTV / Devanir Gino)
URT vence o Boa Esporte por 2 a 1 em Varginha (Foto: Reprodução EPTV / Devanir Gino)

A chance de subirem mais na tabela é no próximo domingo. Pela quarta rodada, a URT recebe o Tombense,  no Zama Maciel. O Boa joga contra o Atlético-MG, no Independência. As duas partidas serão às 17h.

Tudo igual
Nos primeiros minutos de jogo, as equipes pouco arriscaram e seguiram apenas estudando o adversário. A primeira chance veio com Balotelli e Fábio Santos, que penetrou na zaga boveta mas não conseguiu finalizar com qualidade. As duas equipes tentavam se ajustar, e o time de Patos de Minas ia chegando mais com  criações de Carlos Magno e Balotelli, pela direita. Com essa postura, foi fácil achar o gol. Aos 15 minutos, Alex Murici, na cobrança de falta, manda a bola por cima da barreira. A bola quicou e entrou direto no canto do gol do Glaycon. O time de Varginha reagiu e quase empatou aos 28, com Nininho. Com um gol na conta, a URT passou a ficar na retranca. Quem gostou dessa postura foi o Boa, que de tanto arriscar empatou o jogo, aos 37 minutos.  Leonardo chutou de fora da área, Follmann bateu roupa, e no rebote Romário deixou tudo igual.

Deu URT
Na volta do intervalo, o Boa seguiu pressionando com Nininho e Romário, enquanto a URT ficava na retranca. Em boa oportunidade, aos 12 minutos, o lateral Nininho recebeu após boa trabalhada de bola no meio de campo, mas o lateral bateu de esquerda, facilitando para o goleiro Follmann pegar com facilidade. Com jogo bem equilibrado, Ademir promoveu a entrada do volante Rodrigo Possebon, que fez a estreia no estadual. O jogador mal entrou e levou perigo ao goleiro do Boa. Aos 21 minutos, ele ficou livre na grande área, arriscou, mas só não contava que Glaycon estaria ligado e pegaria sem dificuldade. O Boa reagiu, e em boa oportunidade, Brandão finalizou, Follmann espalmou, mas o atacante Thaciano perdeu a chance de tirar a igualdade do placar. Faltando poucos minutos para o jogo acabar, a URT partiu para o ataque, arriscou duas vezes, e na terceira a bola entrou. No último lance, aos 49 minutos, o lateral Alex Murici carregou a bola sozinho, cruzou para Alexsandro, que ampliou e passou  régua no jogo: 2 a 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *