STJD nega pedido do Palmeiras de impugnar final do Paulista

STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) rejeitou nesta quarta-feira (19), por unanimidade, o pedido do Palmeiras pela impugnação da final do Campeonato Paulista deste ano.

Os auditores da entidade entenderam que o clube não conseguiu provar a interferência externa em lance no segundo jogo da decisão contra o Corinthians, no Allianz Parque, em que o árbitro Marcelo Aparecido de Souza retira a marcação de um pênalti a favor da equipe alviverde.

A decisão do tribunal, apesar de unânime, contou com algumas observações dos auditores sobre a possibilidade da interferência externa no clássico.

“Indícios são elementos de provas. Mas têm peso também. Marca de batom na lapela tem menos peso do que na cueca. Mas a certeza tem que ser inquestionável. Tenho impressão que houve interferência externa, mas me falta a convicção absoluta”, disse o auditor Mauro Marcelo de Lima e Silva.

O presidente do STJD, Paulo César Salomão Filho, falou em “falta de certeza absoluta” para justificar seu voto. “Esperamos que o VAR encerre isso”, completou.

O pedido do Palmeiras pela impugnação da final do Paulista, conquistado pelo Corinthians, já havia sido negado pelo TJD em maio. Agora, com a negativa do STJD, encerram-se as possibilidades de o clube recorrer dentro do Brasil.

A próxima instância seria tentar o recurso no TAS (Tribunal Arbitral do Esporte), na Suíça.

Fonte: Notícias ao Minuto / Foto: Gazeta Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *