STF decide se goleiro Bruno volta para a prisão

O Supremo Tribunal Federal julga hoje (25/4), em definitivo, o habeas corpus que garantiu a liberdade ao goleiro Bruno Fernandes, condenado pela morte de Eliza Samudio. O pedido para revogar a decisão que libertou Bruno partiu do procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Apesar da possibilidade de retorno de Bruno a prisão, a defesa do goleiro não acredita na hipótese. Segundo o advogado do jogador, Lúcio Adolfo, Bruno está “apreensivo”, mas confiante e aguarda o resultado.

– Não acredito nessa possibilidade. O Ministro Marco Aurélio Mello concedeu a medida liminar, que é algo muito dificil. Não acredito que haja uma volta do Bruno para a cadeira. Ele está trabalhando, não esta na gandaia, não fala mal de ninguém. Ele está calmo e tranquilo. Está apreensivo, mas confia no Judiciário – disse o advogado Lúcio Adolfo.

Apesar da possibilidade de retorno de Bruno a prisão, a defesa do goleiro não acredita na hipótese
Apesar da possibilidade de retorno de Bruno a prisão, a defesa do goleiro não acredita na hipótese

Fonte: Blog do Madeira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *