Sobis espera reforços no Cruzeiro, elogia Mano e dá ‘receita’ para evitar lesões

Em 28 partidas com a camisa do Cruzeiro, Rafael Sobis marcou quatro gols e deu três assistências
Em 28 partidas com a camisa do Cruzeiro, Rafael Sobis marcou quatro gols e deu três assistências

De volta ao Brasil após um ano e meio no México, Rafael Sobis foi forçado a se readaptar rapidamente ao rítmo acelerado do calendário do futebol local. Aos 31 anos, o atacante alternou bons e maus momentos nos primeiros meses de Cruzeiro, mas encerrou a temporada em alta. Mas quais foram os motivos que fizeram com que o jogador conseguisse emendar uma sequência grande de jogos com a camisa celeste mesmo sem ter feito pré-temporada?

“Já são três anos que não tenho lesão e isso é importante. O principal [para evitar problemas físicos] é conhecer o seu corpo. Saber das suas limitações, a hora de dormir, a hora de acordar. Sou um cara que me cuido muito em relação a isso. É questão de se conhecer, se cuidar e se preparar bem”, disse o jogador em entrevista ao site do Cruzeiro.

Desde que foi apresentado pelo clube mineiro, em julho de 2016, Rafael Sobis disputou 28 jogos, marcou quatro gols e distribuiu três assistências. Apesar dos números discretos, o atacante avalia positivamente os primeiros meses no Cruzeiro.

“No pessoal, estou muito satisfeito. Sem pré-temporada, consegui terminar o ano bem. Quando cheguei, o objetivo era o de sairmos de uma zona difícil, para depois pensarmos em coisas melhores ano que vem. Eu não posso pensar em mim, nos meus gols, ou querer escolher o melhor lugar para eu jogar dentro de campo. O Cruzeiro é muito maior e a necessidade era maior também. O momento era o de ajudar o time”, avalia.

E, para melhorar o cenário para 2017, Sobis garante: a pré-temporada será fundamental. De férias desde o dia 11 de dezembro, os jogadores do Cruzeiro se reapresentarão na Toca da Raposa II na primeira quinzena de janeiro, quando iniciarão a preparação para a temporada.

“A perspectiva sempre é a melhor possível. Conseguimos acabar o ano meio aos trancos e barrancos. Unimos forças e passamos por cima de muitas coisas. Neste resto de ano é descansar bem para, depois, fazer uma boa pré-temporada. Treinar é importante. No Brasil, a gente joga muito e tem pouco tempo para treinar. É questão de se preparar bem nas férias e voltar com tudo ano que vem”, afirma.

Além da pré-temporada, o atacante do Cruzeiro listou fatores que podem ajudar a equipe na busca por títulos em 2017: a chegada de reforços e a permanência do técnico Mano Menezes no clube. Nos dois últimos anos, a equipe celeste não conquistou nenhum campeonato.

“Para nós jogadores é importante saber quem vai comandar. Já conhecemos os métodos de trabalho do Mano. Vai ser ótimo, já o conhecemos e sabemos como ele gosta de trabalhar. Seguramente chegarão jogadores para ajudar e fortalecer o grupo. Espero que nossa campanha do segundo turno do Brasileiro a gente possa levar para o ano todo em 2017”, finaliza.

Fonte: SuperEsportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *