Série A: Atlético segue com 42 pontos, mas afastado da liderança

O Atlético ensaiou uma aproximação ao Palmeiras, mas retornará do Rio de Janeiro mais distante do líder do Campeonato Brasileiro. No estádio Giulite Coutinho, o Galo abriu o placar com Robinho, que se isolou na artilharia da Série A, mas sofreu a virada, em gols de Douglas, Marquinho e Gustavo Scarpa. Otero ainda descontou, mas Maranhão marcou o quarto para o time carioca, decretando o triunfo por 4 a 2.

Com a primeira derrota depois de três rodadas, o Atlético segue com 42 pontos. O Palmeiras, que empatou nesse domingo com o Grêmio, foi a 47. Já o Flamengo alcançou 46 ao vencer o Vitória no sábado, em Salvador.

O time comandado por Marcelo Oliveira tentará manter a perseguição aos líderes na quinta-feira, quando receberá o Sport, no Independência.

O primeiro protagonista da noite foi o árbitro. Eduardo Tomaz de Aquino Valadão foi alvo de reclamações de atleticanos e tricolores no início da partida, com pedidos de pênaltis sobre Maicosuel e Marcos Júnior, que aproveitou falha de Edcarlos na saída de bola dentro da área. Também nos minutos iniciais, o Atlético esteve próximo de abrir o placar, depois de Leonardo Silva cabecear rente à trave em falta cobrada da intermediária por Robinho.

Com dificuldades para criar mais chances de gol, o Galo demorou a levar perigo novamente para o goleiro Júlio César. E na primeira vez que finalizou na direção da meta adversária, o time alvinegro balançou as redes. Robinho aproveitou lançamento de Maicosuel, dominou e bateu com força no alto: 1 a 0.

Em vantagem no placar, o Atlético passou a ser pressionado pelo Fluminense. O Tricolor ameaçou, principalmente, em chutes de fora da área, com Gustavo Scarpa e Marcos Júnior. O time alvinegro ainda perdeu Maicosuel por lesão ainda no primeiro tempo. O meia-atacante foi subtituído pelo volante Júnior Urso. Já no intervalo, Marcelo Oliveira sacou Fred para a entrada de Otero.

Assim como no fim do primeiro tempo, os minutos iniciais da etapa final tiveram o Fluminense mais presente no campo de ataque. Porém, dessa vez, o Galo não conseguiu suportar a pressão. O ex-atleticano Magno Alves cruzou rasteiro e Douglas empatou a partida: 1 a 1.

Depois das alterações de Marcelo Oliveira, o Atlético quase não chegou à área adversária. Numa rara chance, Otero cobrou falta muito perto da trave direita. O Fluminense, por sua vez, marcou seu segundo gol justamente após Levir Culpi promover duas alterações. Em seu primeiro toque na bola, Marquinho balançou as redes e virou a partida. O Tricolor ainda ampliou em cobrança de falta cometida por Edcarlos, após falha de Victor na saída de bola. Gustavo Scarpa colocou com categoria sobre a barreira: 3 a 1.

Já nos minutos finais, o Galo descontou com Otero. Após cruzamento de Robinho, Pratto ajeitou de cabeça e o venezuelano, de carrinho, empurrou para as redes: 3 a 2. Nos acréscimos, Lucas Pratto errou virada de jogo, Maranhão arrancou e tocou na saída de Victor: 4 a 2.

FLUMINENSE 4 X 2 ATLÉTICO

Fluminense
Júlio César, Wellington Silva, Gum, Henrique e William Matheus; Douglas, Cícero, Danilinho (Magno Alves) e Gustavo Scarpa; Wellington (Maranhão) e Marcos Júnior (Marquinho)
Técnico: Levir Culpi

Atlético
Victor; Carlos César, Leonardo Silva, Edcarlos e Fábio Santos; Rafael Carioca, Lucas Cândido (Carlos Eduardo), Maicosuel (Júnior Urso) e Robinho; Lucas Pratto e Fred (Otero)
Técnico: Marcelo Oliveira

Gols: Robinho, aos 27 minutos do 1º tempo; Douglas, aos 3 minutos; Marquinho, aos 28 minutos; e Gustavo Scarpa, aos 32 minutos; Otero, aos 42 minutos; Maranhão aos 46 minutos do 2º tempo

Motivo: 24ª rodada do Campeonato Brasileiro
Estádio: Giulite Coutinho, em Mesquita, no Rio de Janeiro
Data: segunda-feira (12 de setembro)

Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Adailton Fernando Menezes (GO) e Edson Antonio de Sousa (GO)
Cartões amarelos: Wellington (Fluminense); Otero, Edcarlos e Carlos César (Atlético)

Gustavo Scarpa foi o responsável por anotar o terceiro dos quatro gols marcados pelo Fluminense no 2º tempo
Gustavo Scarpa foi o responsável por anotar o terceiro dos quatro gols marcados pelo Fluminense no 2º tempo

Fonte: SuperEsportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *