Seleção Brasileira goleia Honduras e está pronta para a Copa América

Pesquisa aponta que 53% dos brasileiros apostam que a Seleção não vai ganhar a competição

Foi um desafio fácil, tudo bem. Mas após um momento conturbado no extracampo e o corte de Neymar, o Brasil ao menos fez o seu papel ao golear Honduras por 7 a 0 neste domingo (9), em Porto Alegre, no último teste antes da Copa América. Gabriel Jesus (2x), Richarlison, Firmino, Coutinho, Neres e Thiago Silva marcaram naquela que se tornou a maior vitória da Seleção na era Tite. O foco agora é total na Copa América.

O jogo

Foi um passeio da Seleção de Tite. Diante de um adversário fraco, era isso que se esperava e foi isso que o Brasil conseguiu. O que já seria fácil, ficou ainda mais fácil quando Quioto foi expulso aos 28 minutos do primeiro tempo. Àquela altura, a Seleção já vencia por 2 a 0, gols de Gabriel Jesus e Thiago Silva. Com Coutinho inspirado, o Brasil pressionava Honduras a todo instante sem ser atacado. O camisa 11 acertou duas bolas na trave e ampliou ainda no primeiro tempo. O segundo teve o mesmo roteiro e intensidade por parte da Seleção. Mais dois gols nos primeiros dez minutos, com Jesus e Neres – este um golaço. Ainda deu tempo de Firmino e Richarlison deixarem suas marcas na maior vitória da era Tite. Diante de um rival fraco e em inferioridade numérica em boa parte do jogo, o Brasil ganhou confiança a cinco dias da estreia na Copa América.

Pesquisa

Um levantamento do Hurb – Hotel Urbano, agência online de viagens líder nacional, registrou por meio de uma pesquisa realizada com seus viajantes, que há pouco menos de 10 dias para a competição a maioria dos torcedores está pessimista e anda  descrente por conta dos últimos resultados e polêmicas fora de campo. Cerca de 53% dos que responderam a pesquisa acreditam que a seleção brasileira não ganhará a competição. A margem foi apertada, já que os que apostam na força da torcida verde e amarela foi de 40%. Quando a pergunta é qual país leva o título, o Brasil mantém os 40% e o restante foi divivido da seguinte forma, segundo nossos viajantes: a Argentina fica com 25% da preferência dos viajantes, seguido do Uruguai, com 11% , da Colômbia, com  7%, do Chile com  8%  e os países de Equador e Peru, 1% cada. Cerca de 2 mil pessoas foram ouvidas durante a pesquisa.

Segundo dados do Hurb, mesmo com o cenário pessimista para a seleção do técnico Tite, cerca de 48% dos viajantes garantiram reservas de hospedagem em São Paulo, Salvador, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Porto Alegre, cidades sedes da competição durante esse período, incluindo os viajantes do segmento rodoviário, nova aposta da agência de viagens. O Hurb oferece diariamente mais de 400 mil opções de hotéis e pousadas espalhados por todo o mundo, sendo mais de 8 mil apenas no Brasil. Além disso, registra mais de 6 mil reservas ao dia, em 6.500 destinos mundo afora.

Divulgação

Fonte: globo Esporte / Foto: Pedro Martins / MoWA Press

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *