Sai Givanildo Oliveira, entra Maurício Barbieri no comando do América

Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Troca no comando do América. Após apenas duas rodadas na Série B do Campeonato Brasileiro, Givanildo Oliveira não é mais o técnico do Coelho para o restante da temporada. Após revés para Operário-PR e Botafogo-SP, ambas por 1 a 0, o treinador foi desligado do clube nesta segunda-feira (6) após 6 meses na equipe. Em nota, o Coelho agradeceu “por todo o profissionalismo e os serviços prestados” e desejou ao comandante “sucesso em sua trajetória”.

A saída causou certa surpresa, já que Givanildo chegou a ressaltar a espera por reforços. “Primeiramente, a recuperação desses que estão contundidos. E depois, a gente tem esperança que chegue de dois a três jogadores para completar o grupo e deixar o time mais forte. Essa é a esperança”, disse, em entrevista coletiva nessa terça, após revés para o Botafogo-SP, no Independência. O treinador aguardava a chegada de novos atletas principalmente pelas lesões de Matheusinho, Neto Berola e Marcelo Toscano. A cúpula americana, porém, resolveu mudar os planos.

A quinta passagem de Givanildo Oliveira pelo América começou em 11 de novembro de 2018, quando ele substituiu Adilson Batista na reta final do Campeonato Brasileiro. Em 2019, no Campeonato Mineiro, o time alcançou as semifinais e foi eliminado pelo Cruzeiro. Na Copa do Brasil, saiu na segunda fase com derrota para o Juventude, por 2 a 1, no Rio Grande do Sul. Na Série B, perdeu as duas primeiras partidas, repetindo o início ruim de 2013. Este ano, o treinador contabilizou sete vitórias, cinco empates e seis derrotas em 18 jogos

No geral, Givanildo Oliveira se estabeleceu como segundo técnico que mais comandou o América, com 258 jogos. Foram 123 vitórias, 68 empates e 67 derrotas. Sob o comando do pernambucano, o alviverde conquistou os títulos da Série B de 1997, da Série C de 2009 e do Campeonato Mineiro de 2016, além de subir da Série B para a A, em 2015.

Novo comandante

Divulgação América Mineiro

Após a demissão de Givanildo, o América anunciou Maurício Barbieri, de 38 anos, para o novo comando técnico do Coelho. O novo comandante chegou a Belo Horizonte nesta segunda-feira (6), mesmo dia da demissão de Givanildo, e assinou contrato até o fim da temporada.

“Sei do tamanho do desafio que a gente vai enfrentar, mas com certeza, com muito trabalho, com muita dedicação, a gente vai conquistar os resultados que a gente precisa e tende a dar início a uma jornada que eu espero que possa se estender o mais longe possível, sempre de forma sadia e que a gente possa fazer o a América cada vez mais forte. Mais forte do que ele já é, para que todos possam colher os frutos”, disse Barbieri na apresentação na manhã desta terça-feira (7).

Natural de São Paulo (SP), Maurício Barbieri tem o perfil desejado pelo América, com ideias modernas e atualizadas sobre o futebol. Entre 2011 e 2018, o treinador teve passagens pelo Audax-RJ, Red Bull-SP, Guarani-SP e Desportivo Brasil-SP. Nesse período, o treinador conquistou dois acessos: um com o Audax-RJ, na Série B Carioca de 2012, e outro com o Red Bull-SP, na Série A-2 Paulista de 2014.

No ano passado, Barbieri comandou o Flamengo-RJ em 39 partidas, com 58% de aproveitamento, tendo conduzido a equipe à semifinal da Copa do Brasil e às oitavas da Libertadores. Em 2019, o treinador passou pelo Goiás-GO, clube pelo qual teve 73% de aproveitamento em 20 jogos, e disputou a final do estadual.

Além de Barbieri, também chegam ao Coelho os auxiliares Guilherme Lucrécio e Felipe Lucena, além do preparador físico Gustavo Araújo. Eles se juntam à comissão técnica fixa do Clube, que seguirá com sua estrutura mantida.

A primeira partida de Barbieri à frente do América-MG será fora de casa, no próximo sábado, diante do Criciúma-SC, pela terceira rodada da Série B.

Fontes: Super Esportes e Terra / Foto: Humberto Martins/Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *