Quartas de final do Mineiro movimenta fim de semana; Boa Esporte recebe o Tombense neste sábado

Enfim o mata mata. As quartas de final do Campeonato Mineiro acontecem neste final de semana com três jogos na capital mineira, Belo Horizonte, e outro em Varginha, no Melão.

Boa Esporte x Tombense

Classificado em quarto lugar, o Boa Esporte tem a chance de chegar as semifinais jogando em casa, diante sua torcida, em jogo único. Em caso de empate, penalidades máximas serão disputadas no Dilzon Melo. Com três vitórias seguidas na competição, a equipe de Varginha chega embalada para a decisão. A sequência positiva começou após a saída do técnico Tuca Guimarães. Cesinha assumiu como interino e desde então não perdeu.

Preparação

Na última rodada, na vitória diante o Villa Nova, o Boa poupou os titulares e estará quase sem desfalques para a partida diante o Tombense neste sábado às 21h. Chiquinho Alagoano, Ferreira e Gustavo cumpriram suspensão na rodada passada e entram zerados nesta nova fase. A única perda é Victor, que recebeu o terceiro amarelo e cumpre suspensão automática.

Drubscky diz que embora decida a vaga fora de casa, o Tombense será agressivo, como de costume, mesmo quando atua como visitante. “Nós fizemos isso contra o Cruzeiro. Tupi, URT. Temos uma forma de jogar, jogadores confiantes para atuar como jogamos. Com o passar do tempo e dos jogos a gente vai melhorando”, declarou o treinador.

Iago Almeida – redator CSul

Ingressos

Os ingressos estão custando R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia). Serão disponibilizados 2.500, sendo 2.250 ingressos para a torcida do Boa Esporte que terão acesso ao estádio pelos portões 01 e 02, e 250 ingressos, para a torcida do Villa Nova, com acesso ao estádio pelo portão 10.

Pontos de venda

Padaria Ki Pão – Av. Dr José Justiniano Reis, 1115 – Bairro Sion
Onda Sete – Rua Delfim Moreira, 319 – Centro
Casa de Frutas do Nelci – Rua Antônio Cesário, 37 – Bairro Bom Pastor
Padaria Real – Rua José Ciríaco da Silva, 161 – Bairro Sion
Posto Xingu – Avenida Princesa do Sul, 950 – Bairro Jardim Andere
Pré-festa Eventos – Rua Dona Zica , 46-A – Bairro Vila Pinto

Cruzeiro x Patrocinense

Dono da segunda melhor campanha da fase de classificação do Campeonato Mineiro e único invicto, o Cruzeiro abre as quartas enfrentando o Patrocinense neste sábado às 19h, no Mineirão. Em 36 partidas disputadas contra times de fora de Belo Horizonte pelo Campeonato Mineiro, no Mineirão, desde 2013, o Cruzeiro venceu 31, empatou quatro e perdeu apenas uma vez, com aproveitamento de quase 90%

Na reapresentação do elenco após a vitória sobre a Caldense, Rafinha participou de uma parte do treino com bola e pode virar opção para o técnico Mano Menezes. Mano Menezes não tem Henrique, suspenso pelo terceiro amarelo. Ariel Cabral, Lucas Silva e Jadson disputam a vaga como companheiro de Lucas Romero. Em contrapartida, Dedé e Egídio, que cumpriram suspensão, retornam ao time.

Vinnicius Silva/Cruzeiro

Com pouco tempo de descanso entre um jogo e outro, Rodrigo Fonseca espera uma motivação extra para encarar a Raposa. O time de Patrocínio vem de três derrotas seguidas no estadual. “O atleta gosta de jogar jogos contra os grandes, sabemos que será difícil. Tudo que fui de ruim passou, de bom também. Agora é mata-mata, tudo pode acontecer. O Cruzeiro é favorito, sem dúvida, mas vamos correr por fora. Vamos fazer o melhor e quem sabe ser uma surpresa. É difícil jogar de igual para igual contra o Cruzeiro, mas quem sabe jogamos por uma bola. Quando tivemos a bola, temos que jogar”, finalizou o técnico.

Atlético x Tupynambás

O Atlético-MG busca o seu quinto título mineiro na década. A seu favor, tem a importante vantagem de decidir sempre em casa e, caso avance para a semifinal e para final, vai jogar por dois empates ou por vitória e derrota pela mesma diferença de gols. A tendência é que Levir Culpi mantenha a base do time que venceu o clássico contra o América-MG, promovendo o retorno de Ricardo Oliveira ao time. Adilson, que ficou de fora da atividade dessa quinta, é dúvida. Caso não jogue, o meio de campo será formado por Zé Welison e Jair.

Rafael Araújo

O Tupynambás se classificou graças aos tropeços de Villa Nova-MG, derrotado pelo Boa Esporte, e do Guarani-MG, que empatou com o América-MG no Independência. O Baeta agora volta a enfrentar o Galo, adversário que derrotou a equipe na última rodada classificatória por 2×1. Sobre o Galo, o treinador do Tupynambás Paulo Campos disse que “Líder do campeonato, tava numa posição folgada. Mas agora vão vir com Zidane, Pelé, Maradona, Zico… eles tem um timaço. Mas nosso time é guerreiro, de jovens. Mas tudo é possível, 11 contra 11”, finalizou.

Bruno Ribeiro

América x Caldense

Após a partida contra o Cruzeiro, a delegação alviverde permaneceu em Belo Horizonte visando a preparação e recuperação física dos atletas para a partida das quartas de final contra o América, marcada para a próxima segunda-feira (25) às 20h na Arena Independência.

Na quinta a tarde os jogadores que atuaram contra a Raposa fizeram um trabalho regenerativo, enquanto os demais fizeram musculação e atividades físicas na academia do hotel. Nesta sexta e sábado a tarde o plantel realiza treinos técnicos na Cidade do Galo e no domingo uma movimentação tática pela manhã com local a definir.

O América-MG também se reapresentou na tarde desta quinta-feira, no CT Lanna Drumond. O técnico Givanildo Oliveira começou a preparar a equipe para o duelo. No treinamento desta quinta-feira, os atletas começaram os trabalhos na parte interna do CT. Na sequência, os comandados de Givanildo que atuaram contra o Guarani-MG, permaneceram na academia. Os demais jogadores, que não atuaram contra o Guarani-MG, foram a campo fazer trabalhos com bola como exercícios de finalização, trocas de passes e infiltração.

João Zebral / América

Retrospecto

O retrospecto geral do confronto assinala 76 jogos, 15 vitórias da Caldense, 41 vitórias do América e 20 empates. A Veterana marcou 50 gols e sofreu 115. A última vitória alviverde sobre o América-MG ocorreu no Ronaldão no estadual de 2007, por 2 a 1.

Desfalques e retornos da Caldense

Para o duelo, a Caldense não poderá contar Leleco, que segue em tratamento no departamento médico. Os demais atletas estão em plenas condições de jogo. Ninguém está suspenso por cartões. A novidade é que Tiaguinho e Épido, que haviam ficado em Poços fazendo trabalhos físicos, viajaram para Belo Horizonte nesta quinta e estão à disposição para o jogo.

Pendurados da Caldense

O lateral-esquerdo Edu Pina, o zagueiro Rodolfo e o volante Renan Ribeiro estão pendurados com dois cartões amarelos. Lazarini, Felipe Baiano, Lorran, Joel, Romário, Salatiel, Omar e Jean levaram um cartão cada na competição. Felipe Baiano (4), Judson (2), Romário (2), Lazarini, Lorran e Carlinhos são os autores dos gols da equipe no campeonato.

Renan Muniz / Caldense / Arquivo

Redação CSul – Iago Almeida / Fontes: Assessoria de Comunicação e Globo Esporte / Foto: Iago Almeida – redator CSul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *