Palmeiras levanta a taça, América e Sport confirmam rebaixamento e Galo está na Pré-Libertadores

A última rodada do Campeonato Brasileiro distribuiu emoções de norte a sul do país. Enquanto algumas equipes sorriram aliviadas, outras, decepcionaram seus torcedores e terminaram o ano de forma melancólica. Em São Paulo, o campeão levantou a taça. No Rio de Janeiro, Flamengo se despediu de Lucas Paquetá com record de público, e o Fluminense se salvou do rebaixamento. Em Pernambuco, o Sport venceu, mas não conseguiu se manter na Série A. Em Minas Gerais, o Galo confirmou vaga na Pré-Libertadores. No Ceará, Vasco se livra da degola e tira equipe cearense da Sul-Americana.

Festa do título

Com recorde de público no jogo da taça, o Palmeiras encerrou a temporada com um triunfo sobre o Vitória, por 3×2, na Arena. Diante de 41 mil pessoas, incluindo o presidente eleito Jair Bolsonaro, que entregou medalhas aos jogadores no fim da partida, o Verdão chegou à segunda maior pontuação na história do Brasileirão por pontos corridos com 20 clubes e levantou o troféu de campeão 2018, o décimo em sua história, da competição.

Deyverson e Felipe Melo beijam a taça do Palmeiras (Foto: Marcos Ribolli)
Palmeiras x Vitória (Foto: Marcos Ribolli)

Libertadores

Além de Cruzeiro, Flamengo e Internacional, que já estavam confirmados na Libertadores, o Grêmio conquistou uma vaga direta após vencer o Corinthians por 1×0 na despedida de 2018. Jael marcou no início e colocou o time gaúcho na fase de grupos 2019. O São Paulo e o Atlético Mineiro irão disputar a fase pré da competição internacional. Enquanto o time paulista perdeu pra Chapecoense e terminou em 5º, o Galo venceu o Botafogo por 1×0 com gol de Cazares, e confirmou a vaga. Nos últimos seis jogos do Atlético-MG, Cazares participou de cinco gols, seja com bolas na rede ou assistências.

Sul-Americana

Atlético-PR, Botafogo, Santos, Bahia, Fluminense e Corinthians disputarão a competição em 2019. Em contrapartida, a Chapecoense terminou o campeonato em 14º, e caso o Atlético-PR vença a Sul-Americana deste ano, onde disputa a final, a equipe de Chapecó conquista uma vaga para o ano que vem. Depois de conquistar o acesso à elite em 2013, a Chapecoense nunca mais voltou à Série B. Já são cinco anos seguidos na Série A. E 2019 será o sexto.

Chapecoense comemora o gol de Leandro Pereira (Foto: LIAMARA POLLI/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO)

Rebaixados

Além de Paraná e Vitória, que já tinham caído para a segundona, América e Sport confirmaram a queda na última rodada. Na Ilha do Retiro, o Sport até fez o dever de casa e venceu o Santos por 2×1, mas como precisava da combinação que resultados que não acontecer, a equipe pernambucana acabou rebaixada. No Rio, o América perdeu pênalti, perdeu a chance de ficar na Série A e de quebra rebaixar o rival Fluminense. A equipe alviverde nunca conseguiu ficar na Série A por dois anos seguidos, confirmando nova queda.

Luan chora no gramado após o rebaixamento do América-MG (Foto: Andre Durão)

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Marcos Ribolli

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *