Oito jogadores sofrem com virose antes da estreia do Vasco na Libertadores

O Vasco enfrenta a Universidad de Chile nesta terça-feira, às 21h30, em estreia na fase de grupos da Taça Libertadores da América. O técnico Zé Ricardo adotou mistério para definir a escalação, pois o time já atuou no 4-4-2 e em uma formação com três zagueiros na temporada 2018.

Caso a formação mais testada no ano seja a escolhida pelo treinador, Evander fica como titular no meio-campo ao lado de Desábato, Wellington e Wagner. Se Zé Ricardo adotar uma escalação mais cautelosa, da mesma forma que aconteceu no clássico contra o Fluminense, há uma semana, Werley formará o trio de zaga ao lado de Paulão e Erazo. No ataque, tudo indica que Rildo deve levar a melhor e ficar com a vaga de Paulinho.

O Vasco levou um susto às vésperas da estreia, pois vários jogadores do elenco sofreram com uma virose logo após a partida contra o Madureira, no sábado passado, pela Taça Rio. Alguns dos atingidos com enjoos e diarreia foram Martín Silva, Paulão, Paulinho e Pikachu. No entanto, eles não devem ser problema para Zé Ricardo.

Fazendo parte do chamado “grupo da morte”, o Vasco passou sufoco para superar uma das etapas preliminares da Libertadores. Depois de “passear” diante da Universidad de Concepción, a equipe carioca precisou da disputa por pênaltis para se classificar contra o Jorge Wilstermann. Após aplicar 4 a 0 em São Januário, o Vasco levou o troco na Bolívia e contou com o bom desempenho do goleiro Martín Silva nas cobranças para se garantir na fase de grupos.

E se depender do nível de seus adversários, o sofrimento vai continuar. Além de Universidad de Chile, o Vasco tem a companhia de Cruzeiro e Racing (ARG) no Grupo 5. O time argentino saiu na frente na briga pelas vagas ao derrotar os mineiros por 4 a 2, em Buenos Aires, pela primeira rodada.

Fonte:  Notícias ao Minuto / Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *