Mogi encerra jejum de nove rodadas, cola no Boa e esquenta briga no Z-4

O Mogi Mirim fez pouco caso das estatísticas nesta terça-feira à noite. Nove jogos sem ganhar, lanterna e dono da pior defesa da Série B, o time paulista voltou com esperança para casa. Quebrou o jejum com gol solitário de Ortigoza no primeiro tempo, deixou a última posição para o ABC e viu Mauro parar o ataque do Boa Esporte com defesas estupendas. O resultado embola a briga dentro da zona de rebaixamento e comprova o momento ruim dos mineiros, que não tiveram forças para reagir diante da torcida, no Melão, em Varginha.

A história da partida seria outra se Tadeu, logo no começo do jogo, não errasse um pênalti no duelo particular com Mauro. O lance fez o Mogi crescer, bem como o goleiro, grande destaque individual na vitória desta noite. Minutos depois, Serginho chamou o lateral-direito para dançar e construiu a jogada que Ortigoza, livre e bem posicionado dentro da área, completaria sem qualquer dificuldade.

A vitória em terras mineiras aliviou a pressão nos ombros dos jogadores do Sapo e também do técnico Sérgio Guedes, cujo trabalho já era contestado nos bastidores. A salvação ainda é difícil, mas o Mogi subiu para 22 pontos, um de vantagem para o lanterna ABC e cinco a menos que o Atlético-GO, primeiro fora da zona de descenso. Há esperança de reverter a situação.

Por outro lado, o Boa Esporte lamenta a oportunidade perdida dentro de casa. O time criou chances suficientes para vencer o Mogi, mas pecou nas finalizações e comprovou o momento negativo. São cinco rodadas sem vencer, com quatro derrotas consecutivas. A equipe perde mais uma posição, agora em 18º, e precisa reagir o quanto antes para sonhar com a permanência na Série B.

A próxima rodada para os dois times é logo na sexta-feira. O Boa joga fora de casa, contra o Oeste, às 20h30, no Estádio José Liberatti, em Osasco. Vencer significa esquentar ainda mais a briga, já que o próximo adversário tem 28 pontos, em 15º lugar. O Mogi, por sua vez, tem páreo duro pela frente: encara o Botafogo, favorito natural ao acesso, às 21h30, no Kléber Andrade, em Vitória (Espírito Santo).

still0908_00014

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *