Mineiro já supera média de 2017 e flerta com topo; Torcida Cruzeirense faz sucesso

A torcida do Cruzeiro vem dando espetáculo na atual temporada e vem contribuindo para que o Campeonato Mineiro também atinja marcas significativas em 2018, a principal delas flertar em público com o Paulistão, tido como o principal torneio estadual do país. A diferença entre os dois torneios hoje em média é de 1.136 torcedores.

Passadas cinco rodadas, o Paulista registra, de acordo com dados estatísticos do site “Sr. Goool”, uma média de público pagante de 8.035 pessoas, puxada principalmente pelo rendimento do Palmeiras, segundo clube da Série A que tem mais levado torcedores ao estádio em 2018 (média de público pagante de 32.035).

Os palmeirenses estão atrás exatamente do Cruzeiro, que com os mais de 47 mil pagantes do último domingo contra o América lidera com folga a lista do país (média de público pagante de 33.430 torcedores por partida).

O sucesso dos cruzeirenses impulsiona o Campeonato Mineiro, hoje na segunda posição em média de público pagante entre os estaduais do Brasil — 6.679 torcedores por partida.

Para se ter ideia, em 2017, a média de todo o Campeonato Mineiro foi de 5.457. Naquela ocasião, o Paulistão registrou uma média de público pagante de 9.768.

Atrás de Paulistas e Mineiros está o Campeonato Paraense, com média de 4.814, vem em terceiro. Dos Estaduais com grande apelo no país, o Paranaense é o melhor, com 3.135 de média pagante, ocupando a quarta posição. O Gaúcho figura no oitavo posto, com 2.676 de média, sendo que a maior decepção é o Cariocão, em 11º lugar, atrás de Estaduais como o Goiano, Paraibano e Baiano.

Ranking do Brasil (média de público pagante)
1 – Paulista – 8.035
2 – Mineiro – 6.679
3 – Paraense – 4.814
4 – Paranaense – 3.135
5 – Goiano – 3.076
6 – Cearense – 2.932
7 – Catarinense – 2.732
8 – Gaúcho – 2.676
9 – Paraibano – 2.591
10 – Baiano – 2.374
11 – Carioca – 1.872
12 – Alagoano – 1.667
13 – Potiguar – 1.329
14 – Pernambucano – 1.293
15 – Maranhense – 911
16 – Sergipano – 892
17 – Piauiense – 853
18 – Amazonense – 762
19 – Mato-grossense – 639
20 – Brasiliense – 576
21 – Sul-mato-grossense – 553
22 – Acreano – 435
23 – Capixaba – 346
24 – Rondoniense – Ainda não começou
25 – Tocantinense – Ainda não começou
26 – Amapense – Ainda não começou
27 – Roraimense – Ainda não começou

 Fonte: O Tempo / Foto: Whashington Alves 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *