Mateus Pasinato, goleiro do Moreirense de Portugal, comemora sequência de três jogos sem sofrer gols

Em entrevista exclusiva ao CSul, jogador comentou ainda sobre adaptação ao futebol português e adversários

O goleiro Mateus Pasinato, de 27 anos, vem sendo peça fundamental para o Moreirense na temporada. Na última rodada da I Liga portuguesa, a equipe venceu o Portimonense pela margem mínima, e chegou aos sete pontos na tabela de classificação.

Matheus estreou no gol do time no último dia 11 de agosto e hoje, está há três partidas sem ser vazado, uma marca que, segundo ele, traz motivação para seguir a disputa. Em sua primeira partida, o goleiro disse que estava bastante preparado para viver o momento, fato esse que foi de suma importância para fazer com que o peso da estreia não lhe afetasse ou o deixasse nervoso a ponto de atrapalhar seu desempenho.

 

Em entrevista exclusiva ao CSul, o goleiro mostrou confiança e foco para continuar buscando os resultados que a equipe precisa, além de comentar como tem sido o dia a dia em solo português. Confira:

A vitória diante o Portimonense na última rodada foi importante para o grupo seguir firme na competição. O que o time tem buscado na temporada?
Foi um jogo em que precisávamos do resultado pra ter uma boa sequência na competição. Foi nosso segundo jogo em casa e nossa segunda vitória. Sabemos que o fator casa é muito importante no campeonato. Nosso foco é manter o Moreirense na primeira divisão e depois almejar nossos próximos objetivos. Temos um grupo muito bom e unido e isso só ajuda. Tenho certeza que será uma grande época.

Desde que chegou ao gol da equipe, você tem realizado boas partidas. Como você avalia suas participações em campo nessas rodadas em que o time está conquistando uma boa sequência de vitórias?
Estamos criando nossa identidade na competição e ganhando ritmo de jogo. Tenho melhorado a cada partida e essa sequência de 3 jogos sem sofrer gols só ajuda a nos motivar pra buscar sempre mais. Não tomar gol e o time ganhar é sempre muito bom.

As duas próximas partidas são contra adversários duríssimos, Santa Clara e Benfica. O que a equipe precisa buscar e trabalhar para que a vitória seja o resultado em campo?
Sabemos que é um adversário difícil jogando na sua casa, mas temos que impor nosso jogo e buscar o máximo de pontos possíveis. E contra o Benfica é sempre uma expectativa muito grande pela história e pelo plantel que tem. Acredito que nosso nível de concentração vai ser fundamental pra fazermos uma grande partida diante deles.

Como está sendo sua adaptação no futebol português?
A adaptação melhora a cada jogo. Mas posso dizer que estou adaptado e gostando muito daqui. O Moreirense fornece boas condições de trabalho pra nós atletas e tentamos retribuir dentro de campo.

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Kapta +

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *