Mascotes do Cruzeiro, Taça da CB 2018 e Raul Plassmann reuniram centenas de torcedores em Varginha; ex-jogador falou com CSul

Uma quarta-feira diferente para os amantes do futebol. Assim foi o dia de ontem (30), para os torcedores do Cruzeiro em Varginha. A equipe Celeste realizou o ‘Reduto Azul’ no Pinga com Torresmo, que reuniu centenas de torcedores entre às 17h e 22h.

Estiveram presentes para abrilhantar a festa, os mascotes oficiais do Cruzeiro, Raposão e Raposinho, que tiraram retratos com torcedores e foram muito cobiçados pelas crianças que estavam no local.

A taça da Copa do Brasil de 2018, conquistada pela Raposa em cima do Corinthians na final, por 2×1, ficou exposta no bar para que os torcedores pudessem admirar de perto a última grande conquista do clube e claro, deixar registrado o momento em fotos.

Às 20h, o momento mais aguardado da noite, foi quando chegou o ex-jogador e ídolo do Cruzeiro, Raul Plassmann. Ele, que conquistou títulos em Minas Gerais, falou com exclusividade ao CSul. Raul disse que estar em um evento no interior do estado e mais perto dos torcedores é de extrema importância para o clube.

“Isso é mais que uma obrigação que fazemos. O Cruzeiro tem uma preocupação de não levar só o time, levar também o pessoal do evento, trazendo o Raposão pra perto, pra uma reunião em um restaurante, seja onde for, para que o torcedor tenha um contato físico, mais de perto com o ex-jogador, hoje aqui o meu caso, mas as vezes vai o Marcelo também, outros ex jogadores também acompanham esses eventos”, disse.

Ele ainda agradeceu a recepção dos torcedores e elogiou a torcida do Cruzeiro. “A gente fica muito feliz, porque a receptividade é sempre muito grande e a gente fica vendo de perto o que acontece, o carinho do torcedor com o Cruzeiro. O Cruzeiro tem uma torcida bem diferente das outras torcidas, cada uma tem suas características e a do cruzeiro é uma torcida carinhosa, ela abraça o time”, afirmou.

Analisando a equipe que o clube montou para a temporada 2019, Raul disse que “geralmente tem muitas coisas que interferem nos resultados né, mas se der a lógica o Cruzeiro vai levar um ou dois títulos esse ano, sem dúvidas”, completou.

A maior torcida organizada do interior de Minas Gerais, a Nação Azul de Varginha – NAV, esteve presente no local e o presidente da torcida, Achilles Junior, concedeu entrevista ao CSul, dizendo a importância da torcida para a cidade de Varginha, para o amor com o clube e claro, como fazer parte da NAV. Confira clicando aqui.

Boa Esporte e Cruzeiro se enfrentam nesta quinta-feira (31), às 20h, no Melão, em Varginha. Os titulares e a comissão técnica chegaram pela manhã no Aeroporto da cidade e foram recebidos pelos torcedores.

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Ana Luísa Alves/Redação CSul

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *