Justiça investiga possível desvio de R$ 2 milhões dos cofres da Caldense

A Caldense apresentou nesta segunda-feira (8) o elenco e a comissão técnica que serão responsáveis por disputar a Série  D 2015. O início dos trabalhos, no entanto, acontece em um momento conturbado, já que o presidente Láercio Martins é suspeito de desviar quase R$ 2 milhões do clube. Ele nega as acusações e o caso corre na Justiça.

A ação foi protocolada pela advogada Janaína Moreira Pinto, que representa Ernesto Vieira Filho, sócio da Caldense. Além do presidente, são citados também Osvaldo Dalava, presidente do Conselho Fiscal, que disse ter avisado sobre irregularidades na prestação de contas; Rovílson Menezes, tesoureiro, que informou não fazer mais parte da diretoria e desconhecer qualquer infração; Rodopiano Evangelista,  presidente do Conselho de Ética; e Carlos Alberto Oliveira, presidente do Conselho de Sócios do clube.

Segundo a advogada, o dinheiro foi retirado do caixa sem a devida comprovação ou emissão de documentos. “Nós só queremos que eles forneçam os documentos e a prestação de contas, porque não vem sendo feito desde outubro de 2014 até os dias de hoje”, afirmou.

Láercio Martins diz que até o momento não foi notificado judicialmente, e que não houve retirada de dinheiro do clube.

“Pelo contrário, nós sempre colocamos dinheiro nosso. Isso não existe.  Eu não aceito isso de jeito nenhum. São pessoas maldosas e irresponsáveis”, disse o presidente.

Atualmente, a Caldense possui mais de 11 mil sócios. De acordo com o Láercio Martins, o dinheiro arrecadado pelas mensalidades fica em uma conta separada do que o clube arrecada, por exemplo, com direitos de trasmissãos dos jogos em campeonatos.

“A Caldense tem o caixa do futebol e tem o caixa do clube. Todo o dinheiro do futebol entra pro futebol. Todo o dinheiro do clube entra pro clube”, explicou Laércio.

Carlos Alberto Oliveira, presidente do Conselho de Sócios, também nega as acusações e diz que os membros do clube que foram citados também não foram comunicados. “A partir do momento que nós formos notificados, vamos tomar as providências cabíveis, mas posso te garantir que nada passa de pessoas que gostam de ver o barulho alheio”.

4238643_x360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *