Inter entra com pedido no TJD para denunciar 4 gremistas por Gre-Nal

Grêmio Internacional Maicon e Rodrigo Dourado (Foto: Agência Estado)
Grêmio Internacional Maicon e Rodrigo Dourado (Foto: Agência Estado)

O Gre-Nal 409 encerrou com empate sem gols no último domingo, mas parece longe de acabar nos bastidores de Grêmio e Inter. O departamento jurídico colorado protocolou, na última quinta-feira, um pedido junto ao Tribunal de Justiça Desportiva do Rio Grande do Sul (TJD-RS) para denunciar quatro jogadores gremistas por lances no clássico: Pedro Geromel, Maicon, Henrique Almeida e Marcelo Oliveira.

O árbitro Anderson Daronco também foi citado na notícia de infração disciplinar, por omissão da regra. A diretoria colorada tenta que os jogadores gremistas sejam denunciados por “praticar jogada violenta”, de acordo com o artigo 254 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). A pena pode ser de um a seis jogos de suspensão.

O Inter age junto ao TJD após a denúncia de William, por cotovelada em Miller Bolaños. O equatoriano fraturou a mandíbula em duas partes e passou por cirurgia na última quinta-feira, com tempo de parada previsto para 30 dias. O lateral-direito, por sua vez, pode pegar de um a 12 jogos de suspensão.

A grave lesão do atacante, principal contratação do Grêmio para a temporada, provocou troca de farpas entre os dirigentes da Dupla após a partida. Enquanto os gremistas qualificaram a cotovelada de William como “criminosa”, os colorados chegaram a classificar a entrada de Maicon em Rodrigo Dourado, no final da primeira etapa,como digna de levá-lo à delegacia.

Além do capitão gremista, Pedro Geromel foi citado por entrada em Aylon, logo a um minuto de jogo na segunda etapa. Por fim, Henrique Almeida é mencionado pela falta cometida em Paulão, que originou ainda a expulsão do zagueiro, já no final do jogo (veja os lances nos vídeos acima). O Inter tenta enquadrar Marcelo Oliveira por entrada dura em William.

O requerimento foi entregue ao procurador Luis Francisco Lopes, na última quinta-feira, com base em denúncia feita pelo TJD em 2012, contra Leandro Damião, por lance na vitória por 2 a 1 sobre o Santa Cruz, pelo Gauchão. Lopes teria três dias úteis para dar seu parecer e confirmar – ou não – a denúncia. Como solicitou os documentos referentes aos lances à Federação Gaúcha de Futebol (FGF), o prazo foi ampliado.

Caso Lopes não acate o pedido de denúncia, o Tribunal encaminhará os documentos ao outro procurador do TJD-RS, Alberto Franco, que poderá decidir pela denúncia ou por invalidar a notícia.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *