Goleiro Renan Rocha renova contrato com o Boa Esporte

Jogador falou com exclusividade ao CSul e agradeceu a confiança da diretoria e o carinho dos torcedores

Vivendo grande fase e chamando atenção de grandes clubes brasileiros, o goleiro Renan Rocha cravou seu acerto com o Boa Esporte e ficará na equipe de Varginha, pelo menos até o final do Campeonato Mineiro do próximo ano. Com 32 anos, o jogador é peça chave no time do Boa e vem crescendo cada vez mais na posição.

Renan é o jogador que mais atuou pela equipe boveta em 2019. Foram 26 jogos até aqui, todos como titular. O goleiro, mais de uma vez, foi elogiado nos bastidores pela diretoria e tem a confiança da comissão técnica e torcedores.

A renovação envolve a disputa da reta final da Série C, onde o time ainda tem pelo menos seis rodadas pela frente, o Campeonato Mineiro e as fases iniciais da Copa do Brasil. “Agradeço ao carinho do torcedor e peço que continuem nos apoiando indo aos jogos, para que juntos consigamos conquistar as vitórias”, disse o goleiro em entrevista ao CSul.

Entrevista exclusiva

Você vem crescendo dentro do Boa Esporte, sendo o jogador que mais atuou pela equipe na temporada. Como isso tem impactado em sua carreira?
Ser quem mais atuou pelo clube e muito satisfatório, poder ajudar ao máximo dentro de campo e acrescentar mais experiência para minha carreira.

Sua renovação com o Boa foi comemorado por torcedores da cidade. Qual seu sentimento em ser reconhecido pelo belo trabalho que vem realizando?
Fico muito feliz em ter esse reconhecimento primeiramente pela diretoria, que me propuseram essa renovação, e também pelos torcedores e pela cidade de Varginha, onde estou feliz e sou muito bem recebido em qualquer lugar da cidade.

O Boa precisa muito de você para essa reta final da Série C, onde ainda está ameaçado. Essa renovação de contrato pode renovar seu espírito em campo e de que modo você pode ajudar seus companheiros quanto ao emocional nas partidas?
Vou fazer como sempre fiz para poder ajudar ao clube, me dedicar ao máximo dentro e fora de campo, para que não só eu, mas que todos nós, jogadores e comissão possamos juntos deixar o Boa em uma situação melhor.

 

Redação CSul / Iago Almeida / Foto: Reprodução/boaec.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *