Esperanças celestes na Libertadores passaram pela base e não foram aproveitados no São Paulo

A rivalidade entre Cruzeiro e São Paulo se consolidou com grandes encontros nos últimos anos. Jogos decisivos por Copa do Brasil, Copa Libertadores e Campeonato Brasileiro estiveram em pauta nessas decisões. Mais uma vez os clubes medirão forças e o duelo das 22h desta quarta-feira, pelas oitavas de final da principal competição da América, traz algumas curiosidades.

Duas das esperanças da Raposa para o confronto no Morumbi tiveram passagens distintas nas categorias de base do São Paulo. Em ambos os casos, acabaram dispensados. Leandro Damião fez peneira no Tricolor, mas não chegou a ter chance de se firmar. A história de Gabriel Xavier é emblemática, pois ele passou dois anos na base de Cotia e saiu para se profissionalizar na Portuguesa.

“Enfrentar um time grande como o São Paulo é sempre um sabor especial, ainda mais que passei grande parte da minha vida lá dentro. Agradeço ao São Paulo por tudo que tenho hoje. Passei boa parte da minha vida lá, então enfrentar o São Paulo é sempre gratificante”, disse Gabriel.

O centroavante Leandro Damião jogou na várzea por muitos anos e só passou aos profissionais tardiamente. Ele passou por testes nos quatro grandes de São Paulo, além de Portuguesa e Juventus, da Mooca. Depois de quase desistir da carreira, ele conseguiu espaço em Santa Catarina e depois se consagrou no Internacional.

Outros jogadores do elenco do Cruzeiro também passaram pelo São Paulo, e o desfecho da saída, ainda nas categorias de base, foi mantido. O zagueiro Paulo André deu os primeiros passos no esporte dentro do Tricolor, porém, só ganhou espaço no Guarani. Atualmente, ele é reserva na equipe de Marcelo Oliveira.

Sem condições de jogo na Libertadores, porque já atuou pelo Internacional, o lateral-esquerdo Fabrício também experimentou os tempos na base do São Paulo. Outro jogador celeste que não atuará nesses jogos é Judivan. O atacante está a serviço da Seleção Sub-20 para a disputa do Mundial e foi cortado da lista das oitavas de final da Libertadores. Ele também engrossa a lista de quem passou pelo setor de formação de atletas do Tricolor e hoje está na Toca da Raposa.

nxryfs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *