Enquanto define clube para 2020, Edimar, ex-Fortaleza e Boa Esporte, mantém rotina de treinamentos nas férias

Bragantino, Atlético Tubarão e Boa Esporte. Essas foram as três camisas que Edimar vestiu em 2019. O zagueiro iniciou o ano no Bragantino na disputa do Campeonato Paulista. Depois acertou com o Atlético Tubarão e foi fundamental na campanha que garantiu o clube na elite do Campeonato Catarinense. No segundo semestre voltou a ser importante no objetivo de evitar o rebaixamento ao vestir a camisa do Boa Esporte, que conseguiu permanecer na Série C.

Em resumo, em termos de objetivos, Edimar teve o que festejar em 2019. “Tirando a passagem pelo Bragantino, que tive problemas, nas outras equipes fui bem. No Tubarão, quando cheguei, o time não havia vencido e logo na minha estreia conseguimos a vitória. Éramos apontados como virtuais rebaixados e sempre como titular consegui ajudar na reação do time que permaneceu na elite do catarinense. No Boa Esporte cheguei faltando seis rodadas para o término da Série C. O time estava ameaçado de cair para Série D, mas pude ser titular em todas as partidas, só tive uma derrota e acabamos garantindo a permanência do time na terceirona”, analisou Edimar.

Apesar dos objetivos alcançados, Edimar acabou fazendo sua última partida do ano no dia 28 de agosto. Como atuou pelo Atlético Tubarão na Série D e pelo Boa Esporte na Série C não pôde se transferir para outra equipe que disputava competições nacionais em 2019. “Para um jogador de alto nível encerrar a temporada em agosto é muito ruim. Foi uma experiência que não tinha tido na minha carreira e espero não passar mais por isso. Quero fazer um 2020 diferente, voltando para um grande mercado. Já recebi algumas sondagens e estou analisando com carinho para fazer um bom estadual e depois ter um calendário completo no segundo semestre”, ressaltou o zagueiro.

Para chegar nas melhores condições no clube que defenderá em 2020 o zagueiro, que tem 31 anos, vem mantendo uma rotina de treinos com o preparador físico Carlos Donizete Junior na Sociedade Esportiva Sanjoanense. Com passagens por clubes importantes como Fortaleza, Paraná e Paysandu, Edimar acredita que esse treino no período de férias é um diferencial. “Sempre faço esse treinamento quando estou de férias. Sem dúvida é algo que me ajuda muito, pois sempre me apresento para pré-temporada em ótimas condições e saio na frente no quesito físico. Hoje em dia o futebol está muito competitivo. Não dá para ficar parado, por isso treino para fazer um 2020 brilhante. Tudo que passei neste ano serviu de aprendizado”, finalizou.

Fonte: AV Assessoria de Imprensa / Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *