Emocionado, Romero se despede do Cruzeiro e agradece carinho: ‘Posso falar que sou um torcedor a mais’

Lucas Romero se despediu do Cruzeiro nesta quinta-feira. Em uma entrevista emocionada, o jogador anunciou sua transferência ao Indepediente. Ele agradeceu o carinho dos cruzeirenses e disse que se tornou “mais um torcedor” do clube. Romero revelou que recebeu uma proposta de renovação da diretoria da Raposa, mas preferiu voltar à Argentina para ficará mais próximo do sonho de defender a seleção local.“Hoje, eu pedi para falar para me despedir do Cruzeiro, dessa grande família que eu falei, que fico muito feliz por fazer parte dela, só tenho palavras de agradecimento, primeiramente para os meus companheiros, para a diretoria, para a comissão técnica, para todo o pessoal que trabalha no Cruzeiro, para vocês (jornalistas) também. E um agradecimento muito especial para a torcida, desde que eu cheguei aqui me abraçaram, me aceitaram, me fizeram sentir parte dela, eu virei cruzeirense, hoje eu posso falar que sou um torcedor a mais, sempre que entrei em campo tentei dar o melhor de mim e demonstrar isso”, frisou.

No jogo contra o River Plate, nessa terça-feira, no Mineirão, Lucas Romero foi ovacionado pela torcida do Cruzeiro. Ele ouviu gritos de “Fica, Romero” e se encheu de orgulho. O argentino é um dos atletas mais queridos pelos cruzeirenses. Esse carinho pode ser explicado pela sua dedicação e entrega nos jogos.

“É um momento muito difícil, não é bom a despedida, passei para despedir dos meus companheiros, as pessoas que me abraçaram, que me receberam muito bem desde o primeiro dia que cheguei aqui. Hoje, eu tomei essa decisão e agradeço muito à diretoria, aos meus companheiros que em todo momento me fizeram sentir importante, tentaram fazer todo o possível para eu ficar. Outro dia no jogo senti o carinho do torcedor me pedindo para eu ficar, me encheu de orgulho, é bom receber esse carinho, porque a gente vê que o tempo que fiquei aqui fiz as coisas bem”.

Romero disse que o objetivo de vestir a camisa da Seleção Argentina pesou para a saída dele do clube. O volante acredita que atuando pelo Independiente, um dos grandes do país, ele será observado mais de perto pela comissão técnica de Lionel Scaloni.

O argentino também aguarda o nascimento da filha, Rufina. Em Buenos Aires, os familiares dele e de sua companheira ficarão próximos e acompanharão o crescimento da bebê. Nas redes sociais, o jogador já publicou imagens da noiva grávida.

“A diretoria tentou fazer esforço para eu ficar, ofereceram renovar o meu contrato, uma melhora do salário, mas é uma decisão que eu já tinha tomado, de voltar para o meu país porque tem algumas situações pessoais minhas, e no esportivo acho que é bom porque fico perto da minha Seleção, onde quero ganhar uma vaga. Então, a idade voa e quero lutar pelos meus sonhos e metas que tinha desde crianças que é jogar na seleção. Fazendo as coisas bem acho que posso ter uma possibilidade. Então, são essas as coisas que coloquei na balança para tomar esta decisão. Só quero agradecer a todos vocês e para a nação azul, que sempre me acompanhou, sei que por aí acham que minha decisão não é a correta, mas priorizei também minha carreira e minha felicidade. Sempre fui feliz aqui, sempre falei que me sentia parte desta grandes família, mas hoje vou continuar lutando pelos meus sonhos e metas. Quero falar obrigado por tudo e espero algum dia conseguir voltar aqui”, disse Romero.

Condições do negócio

O Cruzeiro aguarda apenas as garantias bancárias para que o negócio seja concretizado, com pagamento à vista do Independiente. Do valor de 5 milhões de dólares (R$ 19 milhões), a Raposa terá direito a US$ 3 milhões (R$ 11,4 milhões), enquanto o Vélez Sarsfield embolsará US$ 2 milhões (R$ 7,6 milhões). Os clubes tinham participações iguais nos direitos econômicos do meio-campista de 25 anos, porém houve acordo para que os mineiros ficassem com 60% do valor.

Dos US$ 3 milhões a serem recebidos pelo Cruzeiro serão descontados US$ 600 mil referentes à dívida pela contratação do meia-atacante Matías Pisano, em janeiro de 2016. O impasse com o Independiente chegou a parar nos tribunais da Fifa. Com esse acerto, a Raposa se livra do processo e embolsa pouco mais de R$ 9 milhões.

Trajetória no Cruzeiro

Contratado sem custos ao Vélez, em fevereiro de 2016, Romero disputou 152 partidas pelo Cruzeiro e marcou três gols. Polivalente, ele atuou também como lateral-direito e lateral-esquerdo. Foram quatro títulos conquistados até aqui: dois do Campeonato Mineiro, em 2018 e 2019, e dois da Copa do Brasil, em 2017 e 2018. Em três anos e quatro meses, o argentino conquistou os cruzeirenses graças ao estiloaguerrido, vibrante e combativo.

Fonte: Super Esportes / Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *