Em rodada ruim para mineiros, América ronda Z-4 da Série A

Chapecoense demite Guto Ferreira e líderes vencem confrontos diretos

A 29ª rodada da Série A do Brasileirão não foi boa para os mineiros. Enquanto no clássico, América e Atlético empataram sem gols no Independência, o Cruzeiro foi derrotado pelo Vasco, em São Januário. Com os resultados da rodada, o Coelho caiu mais posições e agora ronda o Z-4 da competição. Com 33 pontos a equipe ocupa o 15º lugar. O Cruzeiro também vem caindo na tabela e ficou em 10º com 37 pontos, tendo um jogo a menos diante o Ceará. O Galo permaneceu em 6º com 46 pontos, mas viu o Santos encostar no G-6.

Na parte de cima da tabela, nada mudou. O líder Palmeiras venceu bem o Grêmio e permaneceu na ponta. Deyverson marcou os dois gols da equipe paulista e foi elogiado por Felipão. O vice líder Internacional segue na cola do verdão. Em confronto direto com o quarto colocado São Paulo, o Colorado venceu de virada por 3×0, em tarde de Leandro Damião. O atacante marcou dois gols, Nico López o terceiro. Liziero deixou o dele pelo tricolor que não vence a cinco rodadas.

Nesta segunda-feira, às 20h, Ceará e Botafogo se enfrentam em São Januário encerrando a rodada.

Renato e Felipão conversam antes do jogo no Pacaembu (Foto: Marcos Ribolli)

Goleadas

No clássico carioca, com gols de Uribe (2) e Léo Duarte, o Flamengo dominou o Fluminense e segue na cola dos líderes. Quem também venceu e convenceu foi o Atlético Paranaense que fez 4×0 no Sport. Placar teve ajuda após improvisação de atacante Gabriel no gol do Sport, para substituir Magrão, que sentiu dores. Time já havia feito as três substituições.

Cai Guto Ferreira

Chegou ao fim mais uma passagem de Guto Ferreira pela Chapecoense. Vindo de péssimos resultados e com a equipe na zona de rebaixamento, após ser derrotado por 1×0 dentro de casa pelo Vitória, o técnico acabou demitido. Guto comandou o Verdão em 13 jogos entre Série A e Copa do Brasil: foram quatro vitórias, um empate e oito derrotas: 33,33% de aproveitamento. Essa foi a segunda passagem do treinador pelo time de Chapecó.

“Dentro do contexto, o treinador trabalha com resultado. Os resultados não aconteceram. Eu respeito toda e qualquer tomada de decisão. Nós, treinadores, estamos tomando decisões o tempo inteiro. Eu posso até não concordar, mas respeitar, sempre. Estou chateado para caramba, me cobrando muito e torcendo para que quem chegue consiga a solução que não consegui dar. A chateação é muito mais comigo por não ter conseguido o resultado. O clube vivencia uma situação de resultado. Se trabalhou bem ou trabalhou mal, não me interessa. Interessa que foi jogada a responsabilidade para você. À medida que não consegue, você se cobra. Eu, pessoalmente, me cobro. Mesmo com a consciência de que fiz o melhor”, disse Guto após a demissão.

Guto Ferreira diz estar chateado com desempenho conquistado na passagem pelo clube catarinense — Foto: Eduardo Florão

Confira a classificação e próximos jogos da Série A

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Reprodução Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *