Duelo entre Cruzeiro e Palmeiras interessa também a outros oito times do Brasileiro

20161013110002583171e
Jogo entre Palmeiras e Cruzeiro será disputado no Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara

De alma lavada, depois de quebrar o jejum de gols na última rodada, o atacante argentino Ramón Ábila é o trunfo do Cruzeiro para tentar surpreender o líder do Campeonato Brasileiro, Palmeiras, hoje, às 19h30, em Araraquara, pela 30ª rodada, em um confronto que interessa diretamente a quase metade dos times que disputam a competição. Enquanto um tropeço do Verdão (60 pontos) é aguardado por Flamengo (57) e Atlético (53), que ainda sonham com o título, o resultado da Raposa (36) é observado por outras seis equipes que também lutam para se distanciar da zona de rebaixamento: Ponte Preta, Coritiba, São Paulo, Vitória, Sport e Internacional, todos embolados entre a 11ª e a 17ª colocações.

“Vai ser difícil conseguir um bom resultado, mas vamos tentar. Temos de ter atenção e cuidado porque vamos jogar com os melhores do campeonato. Precisamos ter também paciência nos 90 minutos”, afirmou Ábila, que, com o gol na vitória sobre a Ponte Preta por 2 a 0, no sábado, se isolou como artilheiro do Cruzeiro no campeonato, com sete gols.

 Paciência é a receita que Ábila repetiu várias vezes na entrevista de ontem de manhã na Toca da Raposa II, antes do embarque da delegação para Araraquara – a partida será no interior paulista porque o Allianz Parque está ocupado para show do italiano Andrea Bocelli. Para o argentino, o Cruzeiro sabe das dificuldades de enfrentar o líder e, por isso, terá de que esperar as oportunidades.

“Paciência. Temos que ter paciência. Se o rival tem a bola, é normal. É a melhor equipe do Brasileirão. Não podemos nos desesperar. Terminar o jogo com os 11 será fundamental”, analisou. “Uma partida como esta permite aos dois times ter bons momentos. Precisamos ter paciência e esperar o momento certo para atacar.”

Há pouco mais de três meses no Cruzeiro, Ábila se transformou na referência do time no ataque, com uma sequência incrível de gols em agosto. Na sequência, no entanto, amargou jejum de sete jogos sem marcar, incluindo chances claras de gols perdidos. As críticas ocorreram principalmente na 27ª rodada, quando a Raposa perdeu de virada para o Flamengo por 2 a 1, em Cariacica, com o argentino perdendo dois gols no fim da partida.

Em paz com os torcedores depois de duas vitórias seguidas, que tiraram a equipe celeste da zona de rebaixamento, Ábila exalta a história do clube. “O que o Cruzeiro tem de mais forte é a camisa. Nosso escudo. Qualquer rival que nos vê sabe que é o Cruzeiro. Não importa a posição em que estamos. Eu, que venho da Argentina, sei como essa camisa é importante.”

MUDANÇAS O técnico Mano Menezes fez mistérios nos últimos dias e não revelou quem será o companheiro do volante Henrique no meio-campo. A tendência é que Romero seja mantido, com Ariel Cabral no banco. Na armação, Rafinha de atuar ao lado de Robinho, uma vez que o uruguaio De Arrascaeta se juntou ao grupo ontem, depois de defender o Uruguai pelas Eliminatórias, e deve começar na reserva.

Na zaga, Leo continua formando a dupla de zaga com Bruno Rodrigo, já que Manoel vai cumprir o último dos quatro jogos de suspensão pela expulsão diante do São Paulo. Em relação ao time que venceu a Macaca, a única mudança certa é a entrada de Bryan na lateral esquerda, no lugar de Edimar, suspenso.

Fonte: Superesportes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *