Decisivo em mais um título, Arrascaeta chega a 40 gols pelo Cruzeiro e fica perto de ser o maior artilheiro do clube no novo Mineirão

Arrascaeta mostrou ser decisivo e marcou o primeiro gol do Cruzeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético, no Mineirão, pelo jogo de volta da final do Campeonato Mineiro. Na partida de ida, o uruguaio havia sido o responsável pelo tento do time celeste, que perdia por 3 a 0 e conseguiu reduzir a desvantagem para 3 a 1. Foi justamente o lance no Independência, no dia 1º de abril, que possibilitou à Raposa ser campeã com triunfo por dois gols de diferença no confronto desse domingo.
Em 2017, a estrela de Arrascaeta já havia brilhado na finalíssima da Copa do Brasil, contra o Flamengo. O camisa 10 fez o gol do empate por 1 a 1, no Maracanã, em 7 de setembro, pelo duelo de ida. No segundo embate, no Gigante da Pampulha, o Cruzeiro ganhou por 5 a 3, nos pênaltis (0 a 0 no tempo normal), e se sagrou pentacampeão da competição.
O gol no clássico desse domingo foi o de número 40 de Arrascaeta em 155 partidas pelo Cruzeiro. Ele se igualou ao atacante Willian, hoje no Palmeiras, que disputou 185 jogos vestindo a camisa azul de 2013 a 2016.
Se balançar as redes mais cinco vezes, o gringo chegará a 45 tentos e empatará com o boliviano Marcelo Moreno na condição de grande artilheiro estrangeiro, além de entrar para o top 50  dos maiores goleadores da história do clube.
Outra marca importante que Arrascaeta está próximo de alcançar é a de recordista do Cruzeiro em quantidade de gols no novo Mineirão. O tento diante do Atlético foi o 24º dele no estádio reinaugurado em fevereiro de 2013 para sediar a Copa das Confederações, no mesmo ano, e a Copa do Mundo, em 2014. O primeiro da lista é Willian, com 27.
No sábado, às 16h, no Mineirão, o Cruzeiro enfrentará o Grêmio pela primeira rodada do Brasileiro. Se for titular, o meia terá oportunidade de melhorar seus números no Gigante da Pampulha.
Em alta na Toca da Raposa, Arrascaeta deverá fazer parte da lista de convocados do técnico Oscar Tabárez, da Seleção Uruguaia, para a Copa do Mundo de 2018. Assim como no clube celeste, Giorgian usa o número 10 no elenco que tem estrelas como os atacantes Cavani, do PSG, e Suárez, do Barcelona.

Contratado em janeiro de 2015 por 4 milhões de euros, o meia-atacante já foi alvo do mercado europeu e da China, porém deve seguir no elenco cruzeirense pelo menos até a disputa da Copa, entre 14 de junho e 15 de julho. Recentemente, a diretoria renovou o vínculo do jogador até dezembro de 2021 e estabeleceu o valor da multa rescisória em R$ 120 milhões.

Maiores artilheiros do Cruzeiro no novo Mineirão:
1. Willian – 27 gols (84 jogos)
2. Arrascaeta – 24 gols (78 jogos)
3. Ricardo Goulart – 22 gols (48 jogos)
4. Dagoberto – 17 gols (42 jogos)
5. Thiago Neves – 15 gols (38 jogos)
Maiores artilheiros estrangeiros do Cruzeiro:
1- Marcelo Moreno (boliviano) – 45 gols (93 jogos)
2- Fernando Carazo (espanhol) – 44 gols (113 jogos)
3- Arrascaeta (uruguaio) – 40 gols (155 jogos)
4- Montillo (argentino) – 36 gols (122 jogos)
Fonte: Super Esportes / Foto: Ramon Lisboa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *