De volta ao Mineirão, Cruzeiro convive com pior percentual de vitórias de sua história no estádio

20150803161626249613eSem vencer nos últimos três jogos do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro tentará reencontrar o caminho dos triunfos em partida contra o Palmeiras, no domingo, às 16:00 horas. Embora possa contar com o apoio de sua torcida, o time celeste tem demonstrado que jogar no Mineirão não é sinônimo de bons resultados em 2015. O retrospecto nesta temporada leva a Raposa ao pior percentual de vitórias no Gigante da Pampulha em sua história.

Em 17 jogos, válidos por Campeonato Mineiro, Copa Libertadores e Brasileirão, o Cruzeiro venceu apenas sete vezes. Ou seja, na temporada 2015, a equipe deixou o gramado com triunfo em apenas 41,1% de suas apresentações no Mineirão. Neste ano, foram ainda seis empates no estádio, além de quatro derrotas.

Em todas as 49 temporadas anteriores desde a fundação do Gigante da Pampulha, o pior percentual de vitórias do Cruzeiro no estádio havia acontecido em 1985. Naquele ano, o time celeste triunfou em 17 de 41 jogos no Mineirão, ou 41,5%.

Já o maior percentual de vitórias da Raposa foi alcançado logo no ano de inauguração do estádio, com 100% de aproveitamento em 12 jogos. Depois de 1965, o Cruzeiro só venceu mais de 80% dos compromissos no Mineirão em 2013 e em 1969. No ano de seu terceiro título brasileiro, a equipe comandada por Marcelo Oliveira derrotou 23 dos 26 adversários que enfrentou diante de sua torcida.

Grande trunfo para os títulos brasileiros em 2013 e 2014, o Mineirão, na temporada atual, foi palco de eliminações do Cruzeiro no Campeonato Mineiro e na Copa Libertadores, com derrotas para Atlético e River Plate. O time celeste ainda foi batido pelo Tombense, no Estadual, e pela Chapecoense, no Campeonato Brasileiro.

20150803161727984594e

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *