Curiosidades Rússia 2018: Campeões das Copas e Troféus

Apesar de já terem sido disputadas 20 Copas do Mundo, apenas oito países de dois continentes tiveram o privilégio de levantar a taça da competição. Em primeiro lugar na lista está o Brasil, com 5 conquistas. A nação que gerou talentos como Pelé, Ronaldo e Romário venceu a Copa do Mundo pela primeira vez em 1958, antes de levar os troféus em 1962, 1970, 1994 e 2002, e é o único a ter disputado todas edições do torneio. Na cola do Brasil está a Itália (1934, 1938, 1982 e 2006) e Alemanha (1954, 1974, 1990 e 2014), embora a Alemanha tenha vencido três vezes como Alemanha Ocidental, campeãs quatro vezes, seguida de Argentina ( 1978 e 1986) e Uruguai (1930 e 1950), duas; e Inglaterra (1966), França (1998) e Espanha (2010), que ganharam uma copa cada.

Troféu de ouro e Taça Jules Rimet

Os campeões da Copa do Mundo recebem o inconfundível troféu de ouro da Copa do Mundo da FIFA. Introduzido na Copa de 1974, foi desenhado pelo artista italiano Silvio Gazzaniga e é feito de ouro de 18 quilates com uma base de malaquite.
Descrevendo a sua criação, Gazzaniga disse: “As linhas brotam da base, subindo em espirais, estendendo-se para receber o mundo. Das tensões dinâmicas notáveis do corpo compacto da escultura se elevam as figuras de dois atletas no momento agitado de vitória.”
O troféu tem 36,8 centímetros de altura (14,5 polegadas) e pesa 6,175 quilos (13,61 libras).

De 1930 a 1970, o troféu dado aos vencedores da Copa do Mundo foi a Taça Jules Rimet e foi bastante diferente do design posterior da Gazzaniga.
O escultor francês Abel Lafleur foi contratado pela FIFA para projetar o troféu e produziu um famoso produto que se tornou o emblema das primeiras Copas do Mundo.
O troféu, que foi nomeado de “Vitória”, tinha como destaque a deusa grega da vitória, Nike, segurando um copo octogonal acima de sua cabeça. Foi feito de prata esterlina dourada e tinha uma base de mármore (que foi substituída por lapis lazuli em 1954).
A “Vitória” foi renomeada de Taça Jules Rimet em 1946 em homenagem ao ex-presidente da FIFA, Jules Rimet, que desempenhou um papel fundamental no torneio.

De acordo com as regras originais da Copa do Mundo, o Brasil tinha permissão para ficar com o troféu quando conquistou o torneio pela terceira vez em 1970. No entanto, ele foi roubado em 1983 e nunca foi encontrado desde então.

Fonte: Goal / Fotos: Getty

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *