Cruzeiro define futuro na Copa do Brasil contra Palmeiras em semana conturbada e sob pressão

20150825190950909011e

O clichê “jogo de vida ou morte” pode entrar em campo nesta quarta-feira, na partida entre Cruzeiro e Palmeiras, às 22:00 horas, no Mineirão. Não só por se tratar de um duelo de mata-mata válido pelas oitavas de final da Copa do Brasil, mas também pela situação delicada do técnico Vanderlei Luxemburgo no comando celeste.

O treinador já enfrenta rejeição de grande parte da torcida, e uma derrota nesta quarta pode deixar a situação de Luxa insustentável na Toca da Raposa. Na última segunda-feira, o diretor de futebol estrelado, Isaías Tinoco, convocou entrevista para ratificar permanência do treinador, mas evitou falar sobre o futuro, caso o Cruzeiro seja eliminado pelo Palmeiras. “O Vanderlei é o treinador. Sobre hipótese eu não falo. Só sobre realidade”.

Essa mesma entrevista de Tinoco, inclusive, foi alvo de revolta dos cruzeirenses e deixou a situação da comissão técnica ainda pior. Tudo porque o dirigente cometeu a gafe de afirmar uma frase polêmica sobre a torcida celeste: “Dizem que não é a maior de Minas”. Posteriormente, o dirigente se retratou e gravou um vídeo dizendo que foi mal interpretado. E o detalhe é que Tinoco foi indicado ao cargo por Vanderlei.

Ironicamente, se Luxemburgo for demitido em caso de nova derrota, a queda ocorrerá em um duelo com Marcelo Oliveira, o último treinador da Raposa. Luxa tem o segundo pior aproveitamento entre os treinadores do Cruzeiro dos últimos 10 anos, com 41%, enquanto Marcelo tem o melhor, com 69%.

Crise à parte, dentro de campo o Cruzeiro precisa vencer para avançar na competição. Um triunfo simples por 1 a 0 dá a classificação à Raposa. Já uma vitória por 2 a 1 levaria a decisão para os pênaltis. Empate é bom para o Palmeiras, que venceu o primeiro duelo por 2 a 1, no Alianz Parque.

Vanderlei Luxemburgo não comandou nenhum treino com bola entre os titulares nesta semana, mas a tendência é que ele repita a equipe que perdeu para o Corinthians por 3 a 0 no último domingo. Se não houver surpresas, a única alteração será na lateral direita. Mayke se lesionou e está fora de combate. Fabiano e Ceará disputam a posição.

Do lado alviverde, Marcelo Oliveira terá o desfalque de Arouca, que sofreu uma lesão muscular na coxa esquerda. Ainda sem Gabriel, que passou por cirurgia no joelho e não atua mais este ano, o treinador deve manter a dupla de volantes com Amaral e Andrei Girotto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *