Copa do Brasil – Cruzeiro se prepara para o primeiro duelo contra o Corinthians

Cruzeiro e Corinthians se enfrentam nas duas próximas quartas-feiras, 10 e 17 de outubro, pelas finais da Copa do Brasil. Enquanto o time mineiro busca o sexto título, os paulistas querem sua quarta taça.

Arrascaeta

O técnico Mano Meneses não poderá contar com Arrascaeta que foi convocado pela seleção uruguaia para amistosos na Ásia. A diretoria tentou a liberação do jogador, mas não obteve resposta. A diretoria cruzeirense não está negociando a liberação do meia para o jogo da volta.

Os amistosos serão realizados nos dias 12 (próxima sexta-feira) e 16 de outubro (terça-feira da semana que vem), contra Coreia do Sul e Japão, no continente asiático. A esperança do Cruzeiro está na possibilidade de Arrascaeta ficar no banco de reservas e voltar para o Brasil logo em seguida ao jogo. Aí, ele chegaria no Brasil na tarde de quarta-feira, dia da partida contra o Corinthians.

Estabilidade

Os paulistas tiveram três técnicos em 2018 (Fábio Carille, Osmar Loss e Jair Ventura), foi eliminado pelo Colo-Colo na Libertadores e está em 10º lugar no Brasileirão, com 35 pontos. Com isso, está a cinco da zona de rebaixamento e a dez do G-6. Isso faz com que o Cruzeiro, que tem continuidade no trabalho de Mano Menezes e está em 7º na Série A, favorito ao título, segundo comentaristas. A equipe celeste também foi eliminada na Libertadores, com várias polêmicas, pelo Boa Juniors, da Argentina.

Léo

Léo vai ser titular do Cruzeiro em um final de Copa do Brasil pelo segundo ano consecutivo — Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro

A final da Copa do Brasil será a primeira vez na temporada em que o Cruzeiro decidirá um mata-mata fora de casa. O zagueiro Léo acredita que esse fator não altera muito a estratégia de jogo e receita equilíbrio ao time para conquistar o título em uma decisão de 180 minutos.

“Tivemos também uma decisão contra a Chapecoense, foi a única que ganhamos. A estratégia muda pouca coisa. É questão do que é feito nos 180 minutos, quanto maior o nível de regularidade, é um passo a mais para atingir o objetivo. Às vezes um resultado positivo em casa traz confiança, mas o empate também pode fazer que você faça um resultado fora. É fazer as duas partidas o mais equilibrado possível”, afirma o zagueiro.

Pedra no sapato

O Cruzeiro tem uma história recheada de títulos e já complicou a vida da maioria dos grandes clubes do Brasil em confrontos decisivos. E o Timão, adversário da raposa, é uma pedra no sapato celeste. É o único grande time paulista que o Cruzeiro não derrotou em decisão de campeonato. São Paulo, Palmeiras e Santos já foram batidos pela Raposa em finais.

 Mineirão lotado
As 54 mil entradas disponíveis estão esgotadas – contando os 2.400 que ficarão com os corintianos, conforme acordo entre os clubes. Restam somente os bilhetes de responsabilidade da Minas Arena.

A carga extra pode vir de uma diminuição no espaço entre as torcidas nas cadeiras do Mineirão. A decisão será tomada nesta terça-feira, durante reunião na Federação Mineira de Futebol em que serão definidos detalhes para o jogo desta quarta-feira.

Fontes: Globo Esporte e Super Esportes / Foto: Luiz Martini

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *