Contra o Corinthians, jogadores da Caldense buscam revanche com Jô

O jogo contra o Corinthians nesta quarta-feira às 21h45 no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG), deve marcar o reencontro de sete jogadores que participaram da campanha do vice-campeonato mineiro de 2015 com jogador em especial, que hoje está no Corinthians. O atacante Jô, que na época defendia as cores do Atlético-MG, marcou um gol polêmico, em posição de impedimento, que acabou tirando o título da Caldense.

– Do jeito que foi, por tudo o que a gente passou durante o campeonato, as circunstâncias do gol do título, que foi irregular. Mas agora é outra competição. A gente vem bem, vem feliz por causa da vitória de sábado [no Mineiro], mas temos que pensar no jogo de quarta, sem essa de revanche com o Jô – disse o atacante Zambi.

No jogo desta quarta-feira, Jô poderá reencontrar Neguete (reserva do goleiro Rodrigo em 2015), Marcelinho (hoje zagueiro e, em 2015, titular na lateral direita), Rafael Estevam (titular na lateral esquerda), Cristiano e Éwerton Maradona (que eram reservas) e Luiz Eduardo e Zambi (titulares no setor ofensivo).

Jô atacante do Atlético-MG (Foto: Douglas Magno)
Partida contra o Corinthians marca reencontro com atacante Jô, ex-Atlético-MG (Foto: Douglas Magno)
– É uma outra situação, são dois times completamente diferentes, mas a gente espera, lá no fundo, que a gente saia com mais sorte no final do jogo. Infelizmente, aquele foi um jogo marcado por um gol polêmico [do Galo] e esperamos que não tenha nenhum gol polêmico nesta quarta – falou Luiz Eduardo, autor do gol da Caldense na final do Mineiro em 2015.
Zambi atacante Caldense (Foto: Douglas Magno)
Foto mostra atacante Zambi após a derrota para o Atlético-MG, em 2015 (Foto: Douglas Magno)

Preparado para jogar
De volta à Caldense, o atacante Luiz Eduardo se diz preparado para entrar em campo e lutar pela classificação da Veterana. O jogador, que fez a sua estreia na vitória de 1 a 0 contra o Villa Nova-MG, é uma das opções do treinador para compor a equipe titular.

– Sabemos que o Corinthians é um grande time do Brasil e do mundo. Precisamos trocar o ‘chip’ do Mineiro, descansar e já pensar na partida de quarta-feira. Eu fiz dois jogos oficiais no América-RN e isso ajuda bastante. Contra o Villa, eu entrei no meio do segundo tempo, me sinto bem. Estou super bem condicionado fisicamente e, agora cabe ao professor, se ele optar pela minha entrada, eu estou à disposição para ajudar a Caldense, sempre – contou o atacante.

Esquema tático
Para a partida desta quarta-feira, o time comandando por Thiago Oliveira deve sofrer algumas modificações. A equipe que vem atuando com três atacantes no Campeonato Mineiro, deve ser escalada de acordo com estudos táticos da comissão técnica, que já está de olho no retrospecto corintiano deste ano.

– A equipe do Carrille é muito bem treinada, mas temos que lutar igual lutamos contra o Villa Nova-MG. Vamos analisar cada detalhe com o Grillo, com o Juninho e com Caldíron. É um jogo difícil. É uma outra característica de jogo, mas a torcida pode ter a certeza de que vamos lutar até o final para conseguir a vitória – disse o técnico da Caldense, Thiago Oliveira.

Atacante Luiz Eduardo reestreia pela Caldense (Foto: Lúcia Ribeiro)
Nesta temporada, Luiz Eduardo veste a camisa 92 e espera jogar contra o Corinthians (Foto: Lúcia Ribeiro)

Calma, paciência e respeito
Quem também pode entrar em campo é o atacante Cristiano, que mesmo voltando de uma lesão no tornozelo, é homem de confiança do treinador e deve participar da partida. O atacante reconhece que não será uma luta fácil, mas está confiante no trabalho do grupo.

– É um jogo contra time grande. Nós respeitamos a grandeza do Corinthians. Estamos na nossa casa e eles vão entrar classificados, porque o empate é deles. Precisamos ganhar, mas temos que ter paciência, assim como tivemos contra o Villa Nova-MG. Tocar a bola, esperar uma hora para achar o espaço e poder tentar enfiar a bola para o fundo do gol, a gente vai ter que ter essa paciência também de não querer ir de qualquer jeito para cima dele – disse Cristiano.

Caldense conseguiu vitória com gol no último lance contra o Villa Nova (Foto: Luciano Santos / Mantiqueira)
Pelo Mineiro, Caldense conseguiu vitória com gol no último lance contra o Villa Nova (Foto: Luciano Santos / Mantiqueira)
Para a Caldense, o único resultado que importa é a vitória, que garante a passagem para a próxima fase do campeonato. Por isso, o único pensamento de Cristiano é entrar para vencer.

– O Corinthians é um time muito qualificado, mas esperamos na quarta-feira fazer uma grande partida aqui [no Ronaldão] e sair com a classificação. O placar de 1 a 0 dá Caldense, não precisamos fazer 2 a 0, 3 a 0 ou 4 a 0, a vitória por 1 a 0 dá Caldense, então esperamos começar a semana já na preparação para esse jogo de quarta para que a gente faça uma excelente partida – completou Cristiano.

Fonte: Globo Esporte Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *