Com oito derrotas seguidas, Boa tem pior sequência das quatro divisões

lance_006_800Oito derrotas consecutivas. A má fase do Boa Esporte é tão grande que o time já tem a pior sequência entre todos os clubes das Séries A, B, C e D do Campeonato Brasileiro. O time de Varginha, no Sul de Minas, acumula também mais um empate, o que o deixa há nove jogos sem vencer e um jejum que já dura 40 dias na Série B.

Ou seja, dos últimos 27 pontos disputados, o Boa conquistou apenas um, o que resulta em um aproveitamento de 3,7%. O fraco desempenho em campo teve reflexo imediato na tabela. O time se afundou no Z-4, já está a oito pontos do Macaé, 16º colocado e, segundo o matemático Tristão Garcia, já tem mais de 90% de chances de cair para a Série C.

Na Série A, só o Vasco teve uma sequência semelhante, também com nove jogos sem vencer e oito derrotas. O Gigante da Colina, entretanto, perdeu duas, empatou uma e depois perdeu outras seis. Assim como o Boa, os cariocas lutam contra o rebaixamento e estão com 23 pontos e a 8 do primeiro time fora do Z-4, mas vivem um momento melhor, com dez pontos conquistados nos últimos quatro jogos.

Na Série C, outras duas campanhas chamam a atenção. O Caxias, que não venceu no campeonato todo, acumula 17 jogos em branco. Entretanto, a maior sequência de derrotas seguidas do clube é de apenas cinco jogos. Enquanto isso, o Salgueiro acumula sete derrotas seguidas, mas a equipe carioca só pode igualar a marca dos mineiros, já que não tem mais chances de passar para a próxima fase e só joga mais uma vez no Campeonato Brasileiro.

Campanhas ruins nos estaduais

arqvilanovasalgueiro_cristianoborges_1

Fora do Brasileirão, no entanto, outros times conseguiram ‘proezas’ até maiores do que o Boa. O Operário-AM, campeão da Série B do Amazonense em 2014, não conseguiu repetir o bom desempenho e teve a pior sequência do ano, com DEZESSETE derrotas seguidas. O time até começou o estadual com um bom empate, 2 a 2 fora de casa, mas depois não conseguiu voltar a vencer e terminou a primeira fase com 1 ponto conquistado, um saldo de 43 gols negativos e aproveitamento de apenas 1,9%.

Apesar da enorme sequência negativa, outros times terminaram os estaduais sem pontuar, com campanhas ainda piores, mas menos jogos. Um deles, entretanto, chama atenção. O Coritiba-SE conseguiu o feito de terminar o Campeonato Sergipano com pontuação negativa. O clube perdeu todos os dez jogos disputados e ainda foi punido pela escalação de um jogador irregular. Resultado: três pontos negativos e 30 gols também negativos de saldo.

Outra campanha digna de nota foi a do Blumenau, na Série B do Catarinense. O clube perdeu os primeiros sete jogos e depois não voltou a jogar, tendo as outras partidas computadas como W.O.. Além disso, ainda perdeu 12 pontos por escalações irregulares. Por ter saído da disputa, o Blumenau foi eliminado do torneio e nenhum outro clube foi rebaixado. Nos sete jogos que disputou, a equipe marcou um gol e sofreu 35, uma incrível média de cinco gols por partida.

juventus9x0blumenau21-768x403

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *