Com gol no último minuto, Boa Esporte bate o Tupynambás e assume a liderança do Hexagonal Final

O Boa Esporte é o líder do Hexagonal Final. Com um gol de pênalti no último lance de jogo, o time de Varginha bateu o lanterna Tupynambás na noite desta quarta-feira (3) no Melão e entrou em grande estilo na zona de acesso ao Módulo I do Campeonato Mineiro. Os gols da partida foram marcados por Igor Brondani e Radamés, para os donos da casa, e Ademilson, para os visitantes.

O Boa Esporte assumiu o 1º lugar do Hexagonal, com 14 pontos, empatado com o Patrocinense, que ficou no empate em 2 a 2 com o Betinense e tem o mesmo número de pontos, mas saldo de gols pior. Sem chances de classificação, o Tupynambás segue na lanterna, com apenas 3 pontos conquistados nos sete jogos disputados. Nacional, com 9, e Uberaba, com 7, completam o grupo.

O Boa Esporte enfrenta o Betinense na Arena do Calçado, em Nova Serrana, no sábado (6), às 16h. Já o Tupynambás enfrenta o Nacional, no estádio Soares de Azevedo, em Muriaé, na segunda-feira (8), às 20h30.

Boa Esporte x Tupynambás (Foto: Maria Cláudia Bonutti/EPTV)
Boa Esporte x Tupynambás (Foto: Maria Cláudia Bonutti/EPTV)

O jogo

O primeiro tempo começou com as duas equipes errando muitos passes e criando poucas chances. Até os 30 minutos, os visitantes tinha tido apenas uma boa chance, em cabeçada defendida por Luan Polli, que foi respondida pelos donos da casa logo depois, em chance desperdiçada por Rodolfo ao tentar encobrir o goleiro João Paulo. Ironicamente a partida melhorou quando um dos jogadores mais habilidosos em campo foi expulso – aos 33, o meia Ramon atingiu Igor Soares e recebeu o vermelho direto, deixando o Boa Esporte com um jogador a menos. No entanto, precisando da vitória para se garantir no G-2, o time de Varginha não quis saber de se defender e foi pra cima. Após cruzamento de Elvis, o goleiro João Paulo dividiu com a zaga e caiu, sentindo, mas a bola sobrou limpa para o zagueiro Igor Brondani, que só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Os jogadores do Tupynambás ficaram na bronca, mas o Boa Esporte não quis nem saber e fez a festa no Melão.

Ademilson diminuiu para o Tupynambás (Foto: Régis Melo)
Ademilson diminuiu para o Tupynambás (Foto: Régis Melo)

Já na segunda etapa, o Boa Esporte quase ampliou, quando João Carlos roubou uma bola no meio de campo, avançou sozinho e bateu firme, rasteiro. João Paulo caiu bem para fazer grande defesa, e a bola ainda bateu na trave e andou por toda a linha do gol, mas não entrou. Com um homem a mais e atrás no placar, o Tupynambás foi pra cima e tentou pressionar, mas acabou falhando diversas vezes na falta de pontaria. Em uma das melhores chances, Luan apareceu bem para segurar batida cruzada de Igor Henrique. Mas a partida ganhou emoção mesmo nos minutos finais. Aos 44, Ademilson bateu penalti para os visitantes e deixou tudo igual. Quando tudo parecia definido, novo pênalti, dessa vez para o Boa Esporte. Radamés bateu firme para colocar o time da casa de novo na vantagem e garantir a liderança da etapa final.

Radamés garantiu a vitória do Boa Esporte (Foto: Régis Melo)
Radamés garantiu a vitória do Boa Esporte (Foto: Régis Melo)

Fonte: Globo Esporte Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *