Chapecoense anuncia instalação de polo para formação de jogadores em Três Corações; inscrições estão abertas

O Chapecoense, clube de Santa Catarina, anunciou um polo para formação de jogadores em Três Corações.O principal objetivo do clube é utilizar o esporte como ferramenta de socialização do aluno, utilizando seus valores para a construção de seu caráter. Assim, a missão, segundo o clube catarinense, é fazer com que os alunos, por meio do esporte, aprendam a ganhar e perder, a relacionar-se em grupo de forma harmoniosa e pratiquem uma atividade prazerosa que faz bem a saúde.

Na manhã desta terça-feira (10), o Prefeito Cláudio Pereira recebeu no Centro Administrativo o Coordenador da Base Chapecoense na Região do Sul de Minas e ex-jogador, Alexander Asloquer, para apresentar a projeto para o gestor.

Foto: Thamires Silva

A escola será inaugurada no próximo sábado (14), às 15h no Círculo Militar, e já recebe inscrições de meninos de 5 a 17 anos. Cada inscrição custa 90 reais. Os interessados em fazer parte deste projeto devem entrar em contato pelo WhatsApp (35) 98713-1502 ou pelo site chapecoensepolotc.com.br.

Alexander Asloquer

O ex-jogador Alexander Asloquer, mas conhecido como “Potita”, estará a frente do projeto na cidade mineira como coordenador de base na região sul mineira e agradeceu a oportunidade, e diz estar preparado para o novo desafio. Alexander encerrou a carreira em 2018 e teve passagens por clubes de renome do futebol brasileiro, como Chapecoense, Bahia, Remo, Inter de Limeira, Campinense, Botafogo da Paraíba, Caldense e outros.

Tive a imensa alegria de poder disputar competições importantes como: a Série A do Campeonato do Brasileiro, Copa do Brasil e Copa Sul-Americana, além de Campeonatos Estaduais de Primeira Divisão. É uma honra poder voltar para casa, Três Corações-MG, minha terra natal, com um projeto tão grandioso como este da Escolinha de Futebol da Chapecoense. Meu intuito é trazer, às crianças e jovens, além de qualidade máxima nos treinamentos diários, também compartilhar toda a experiência que adquiri ao longo da minha jornada como atleta de futebol profissional. Por tanto, para enfrentar este novo desafio, agora “fora de campo”, me preparei e me qualifiquei junto a CBF Academy e estou qualificado com a Licença B, ou seja, apto a condição de treinador em equipes de categorias de base, para  desenvolver uma prática profissional, competente e atualizada, cientificamente alicerçada em bases de natureza ética e científica”, disse o ex-atleta em nota oficial.

Redação CSul – Iago Almeida / Fotos: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *