Boa Esporte vence Tombense nos pênaltis e espera adversário das semifinais

Tudo depende de América x Caldense hoje: se o Coelho vencer, Boa pega o Atlético, em caso de vitória da Veterana, equipe de Varginha enfrenta o Cruzeiro

O Boa Esporte conseguiu avançar em mais uma fase do Campeonato Mineiro. Depois de terminar a fase classificatória em 4º lugar, ganhando direito de disputar as quartas em casa em jogo único, a equipe de Varginha agora chegou às semifinais do Estadual, após vitória sobre o Tombense no primeiro jogo do mata-mata.

Com o 1×1 no tempo normal, a equipe boveta foi impecável nas penalidades e avançou pelo placar de 3×0. Agora, na próxima fase, na semifinal, o Boa sabe que terá que jogar em Belo Horizonte o jogo de volta, mas aguarda o adversário se definir na noite desta segunda-feira (25) (América e Caldense se enfrentam em BH, no Independência, às 20h).

O jogo

O Boa Esporte iniciou a partida em cima do adversário e marcou logo aos 7 minutos de jogo. Gustavo aproveitou passe de Jayme e marcou o primeiro gol da partida. Após o tento, o Tombense acordou e dominou o jogo. A equipe de Tombos cresceu e passou a desperdiçar chances com Ortega, Vander e Ricardo Jesus. Mas aos 37, Vander chutou de fora da área e a bola foi parar no travessão. No rebote, Everton apareceu para completar pra rede e igualar o placar. O Tombense ainda teve chances de ir para o intervalo vencendo, mas Ortega desperdiçou grande chance na pequena área.

Na segunda etapa as equipes continuaram o mesmo jogo de quando o juiz apitou o intervalo. O Boa tinha dificuldades de sair de seu campo, enquanto o Tombense chegava com muito perigo. Everton e Judivan perderam grandes chances de fazer o segundo gol antes dos 15 minutos. As duas equipes já mostravam bastante desgaste e diminuíam o ritmo. Aos 33 o Boa renasceu na partida e foi pra cima para tentar a vitória. Gindre desperdiçou boa chance dentro da área. Já no final, aos 41 e aos 46, o artilheiro Gustavo perdeu duas chances claríssimas de garantir a classificação ainda no tempo normal.

Nas penalidades, o Boa Esporte foi eficiente e experiente e acabou se classificando graças a pontaria e inteligência de seus cobradores. Gindre, Chiquinho Alagoano e Ferreira não desperdiçaram para o Boa. Já Bruninho, Bruno Ferreira e Vander erraram todas as cobranças do Tombense (Renan Rocha pegou a segunda). Com isso, o Boa Esporte fez 3×0 e despachou a equipe de Tombos do campeonato, seguindo firme na busca pelo título.

E agora?

Tudo está nas mãos da partida desta segunda. Se o América vencer e eliminar a Caldense, o Boa Esporte irá enfrentar o Atlético Mineiro. Caso ocorra o contrário e uma vitória da Veteranan coloque a equipe de Poços de Caldas na semifinal, o Boa enfrentará o Cruzeiro. Em ambos os confrontos possíveis, o Boa jogará a primeira partida em casa (caso o Melão seja homologado para receber o VAR – Árbitro de Vídeo) e o segundo jogo acontecerá em BH.

Outros classificados

O Cruzeiro abriu as quartas diante do Patrocinense no sábado (23) e atropelou a equipe de Patrocínio. Os comandados de Mano Menezes não tomaram consciência e meteram 5×0 no Patrocinense, com gols de Fred, Rodriguinho (2) e Marquinhos Gabriel (2).

“Fui feliz, vi que a defesa não apertou a marcação quando fiz o movimento e, cara a cara com o goleiro, é preciso ter calma, deixar ele tomar a decisão. Fui feliz no lance e pude ajudar a equipe a ter consistência e sair com a vitória”, Marquinhos Gabriel, meia do Cruzeiro.

Ricardo Oliveira chegou aos 6 gols e continua na briga pela artilharia da competição / Douglas Magno/BP Filmes

Já o Atlético, jogando diante do Tupinambás, fez 3×1 no placar e também se garantiu na próxima fase. Com dois gols de Cazares e um golaço de falta de Ricardo Oliveira, o Galo viu ainda a equipe de Juiz de Fora marcar um de pênalti inexistente (a falta originária foi fora da área), com o experiente Adenilson, mas comemorou no final. Além da vitória e da classificação, o Atlético comemorou os 111 anos que o clube está completando. Um presente e tanto para a torcida mineira.

VAR no Melão

Segundo apuração, o Melão ainda não está totalmente apto para receber a partida da semifinal do Mineiro, pois ainda é preciso acertar detalhes para uso do VAR (Árbitro de Vídeo) na partida, obrigatório nesta fase da competição.

Em contato com a assessoria do clube de Varginha, o CSul foi informado que ainda não há nada definido quanto a questão e que assim que a diretoria se pronunciar, as respostas serão enviadas à imprensa.

Redação CSul – Iago Almeida / Foto: Reprodução Bate Bola Club

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *