Boa Esporte é eliminado novamente pelo Goiás na Copa do Brasil

Pela terceira vez em 8 anos, equipe Boveta perde para o time goiano na competição. Após 16 cobranças de penalidades, e placar de 6×5, Boa deixa escapar 1,4 mi

O Boa Esporte viu a chance de quebrar o tabu e vencer o Goiás pela Copa do Brasil, escapar na disputa por pênaltis na noite desta quarta-feira (21), no estádio Serra Dourada. Após um jogo morno e o placar de 0x0 no tempo normal, a equipe goiana foi mais eficiente e contou com uma noite de gala do goleiro Marcelo Rangel que pegou duas cobranças e ainda viu Lucas Hulk mandar a bola para fora. A equipe de Varginha ainda perdeu a chance de avançar para a terceira fase e desembolsar R$ 1,4 milhão.

No tempo normal, o Goiás mostrou mais garra e força, mas, faltou eficiência do ataque. O Boa Esporte se viu dominado no início da partida e também na reta final e contou com outra boa atuação da defesa para segurar os ofensores do time goiano. David Duarte chegou a balançar as redes para os donos da casa, mas havia impedimento na jogada. O Time mineiro não levou muito perigo e parecia satisfeito em levar a decisão aos pênaltis. A melhor chance da equipe Boveta foi em finalização de Alyson, defendida por Marcelo Rangel.

Com o empate, a classificação foi disputada nas penalidades. O Boa Esporte, que já havia perdido no ano passado para o mesmo Goiás tembém em disputa de pênaltis, voltou a decepcionar e desperdiçou três cobranças. O Goleiro goiano brilhou e defendeu as bolas de Gabriel Pereira e Igor Ribeiro. Lucas Hulk ainda mandou a bola para fora. Pelo Goiás, Eduardo Brock e Léo Sena desperdiçaram. Após 15 cobranças, coube a David Duarte, na décima sexta, deslocar o goleiro para estufar as redes e decretar a vitória e o avanço esmeraldino à terceira fase.

Eliminado, o Boa Esporte volta as atenções para o Campeonato Mineiro. Neste sábado (24), o time enfrenta o líder Cruzeiro no Mineirão às 16h30. A equipe de Varginha ocupa a quinta posição com 11 pontos, empatado com Atlético e Tombense, perdendo nos critérios de desempate.

Redação CSul/ Iago Almeida

 

Outros Jogos de ontem

Em Santa Catarina, Criciúma e Cianorte-PR empataram por 1 a 1. O time do Paraná levou a vaga nos pênaltis, vencendo por 5 a 4. Mas a zebra paranaense vai ter pedreira pela frente porque vai medir forças contra o Internacional, que eliminou o Remo, em Belém, ao ganhar por 2 a 1. O primeiro jogo será disputado em Porto Alegre e o segundo no interior do Paraná.

Dois clubes do interior de São Paulo estiveram em ação, nesta quarta-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil. Com um gol de Léo Jaime, aos 47 minutos do segundo tempo, o Bragantino venceu o Altos, do Piauí, por 1 a 0 e avançou à terceira fase. O Oeste perdeu para o Figueirense por 2 a 1, em Florianópolis, e está eliminado da competição.

O Bragantino dominou o jogo, criou muitas chances de gol e até perdeu um pênalti cobrado por Diego Macedo. Foi salvo no final. Agora vai medir forças contra o Vitória, com o primeiro jogo marcado para a cidade de Bragança Paulista (SP), provavelmente na próxima quarta-feira, e o segundo em Salvador no dia 14 de março.

O Oeste, daqui para frente, vai se concentrar no Campeonato Paulista da Série A2 – a segunda divisão estadual -, onde briga pelo acesso.

Fonte: Futebol Interior / Foto: Reprodução

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *