Boa Esporte dá a volta por cima e cumpre meta traçada para a Série B

Missão cumprida. Após empatar com o Paraná na última rodada, o Boa Esporte encerrou o Campeonato Brasileiro no meio da tabela e com o principal objetivo da temporada alcançado, já que garantiu a permanência na Série B.

A equipe, que vinha de um acesso na Série C e no Módulo II do Mineiro, não teve vida fácil. Passou por duas trocas de técnico, mas superou as dificuldades e garantiu o 10º lugar na classificação,

A campanha foi cheia de altos e baixos. Com uma grande recuperação no final do primeiro turno, quando Nedo Xavier chegou a somar seis vitórias e cinco empates em 12 jogos, o Boa Esporte chegou a vislumbrar o G-4. Mas após oito jogos sem vencer no returno, a equipe voltou a figurar na zona de rebaixamento, e o treinador acabou dando lugar a Sidney Moraes.

E foi justamente o novo técnico quem reencontrou o caminho das vitórias, com 10 pontos conquistados nas últimas quatro rodadas. A permanência matemática veio na penúltima rodada, mas o jogo decisivo aconteceu mesmo em Lucas do Rio Verde, quando o Boa Esporte bateu o Luverdense por 1 a 0, um turno antes.

Com a participação na elite do Mineiro e na Série B confirmadas para 2018, agora a diretoria deve ter mais tempo e tranquilidade para se planejar para a próxima temporada. E quem sabe sonhar mais alto, de olho na Série A do Brasileirão.

Boa Esporte teve altos e baixos na Série B (Foto: GloboEsporte.com)
Boa Esporte teve altos e baixos na Série B (Foto: GloboEsporte.com)
Boa Esporte teve altos e baixos na Série B (Foto: GloboEsporte.com)

Fonte: Globo Esporte Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *