Atlético sofre na bola aérea, leva virada do Figueirense e está eliminado da Copa do Brasil

O Atlético está fora da Copa do Brasil. Depois de empatar o primeiro jogo no Independência, o Galo saiu na frente do Figueirense, mesmo com um jogador a menos, mas levou a virada com dois gols que surgiram após cobrança de escanteio. Com a derrota por 2 a 1, o time alvinegro não vai conseguir se tornar o primeiro bicampeão consecutivo da competição nacional.

O jogo foi muito equilibrado no primeiro tempo. O Galo precisava de marcar um gol para se classificar e teve a missão dificultada com a expulsão de Leonardo Silva. Mesmo assim, abriu o placar com Edcarlos, no fim do primeiro tempo. Na segunda etapa, o time catarinense pressionou e chegou à virada com gols de dois ex-jogadores do América: Leandro Silva e Marcão.

Eliminado, o Atlético volta as atenções para o Campeonato Brasileiro. No domingo, às 16h, o Galo visita o Fluminense, no Maracanã, em jogo válido pela 21ª rodada da Série A. Já o Figueirense joga no sábado, às 18h30, também no Maracanã. Os catarinenses enfrentam o Vasco.

Expulsão duvidosa ‘se transforma’ em gol

Precisando da vitória para avançar, o Atlético saiu para o jogo em Santa Catarina. O alvinegro mineiro pressionou na saída de bola e evitou as jogadas rápidas do ataque do Figueirense. Mas a primeira chance aconteceu com os donos da casa, quando Bruno Alves apareceu livre após cobrança de falta e exigiu grande defesa de Victor. O Galo respondeu com Luan, que aproveitou passe de peito de Pratto e finalizou de Bico. Alex Muralha salvou o Figueira.

O jogo seguiu equilibrado, com muita marcação no meio-campo e abuso das bolas cruzadas na área. A história da partida começou a mudar aos 35 minutos. Jemerson escorregou e Clayton avançou, mas foi derrubado na intermediária por Leonardo Silva. O árbitro Vinícius Furlan expulsou o capitão alvinegro, em lance considerado exagerado pelos atleticanos.

Com um a menos, Levir Culpi sacou o ‘ponta’ Patric e colocou Edcarlos em campo. E o iluminado defensor, crucial na Copa do Brasil do ano passado, fez a torcida atleticana explodir no Orlando Scarpelli. Após cobrança de falta de Giovanni Augusto, o zagueiro subiu livre e desviou a bola para o fundo das redes de Alex Muralha: 0 a 1.

Galo sofre na bola aérea e está eliminado

O Figueirense voltou para o segundo tempo com mais um jogador no ataque e partiu com tudo para a pressão. Logo aos 6 minutos, Clayton recebeu na área, driblou Edcarlos e bateu rasteiro. A bola passou raspando a trave de Victor. O time catarinense foi para cima do Galo e quase empatou aos 15, quando teve duas chances após bate-rebate na área atleticana. Dois minutos depois, João Vitor recebeu livre na entrada da área, bateu colocado e a bola passou raspando a trave do goleiro do Galo.

De tanto insistir, o Figueirense chegou ao empate. Yago cobrou falta e Victor espalmou para escanteio. Na cobrança, Marcão ajeitou e Leandro Silva completou para o fundo das redes do Atlético: 1 a 1.

O time catarinense seguiu na pressão, conseguiu vários escanteios e chegou ao gol da classificação aos 44 minutos da etapa final. Após cobrança de escanteio do lado esquerdo, Marcão subiu livre, virou o jogo e eliminou o Galo da Copa do Brasil: 2 a 1.

20150826213110226091o

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *