Atlético-MG e Cruzeiro se enfrentam pela Série A do Brasileirão

O Brasileirão chega a sua 13ª rodada com jogos importantes e clássicos que movimentarão regiões do país. O sexto clássico do ano entre Atlético-MG e Cruzeiro marcará um contraponto em quem defenderá o gol dos maiores clubes de Minas Gerais.

Corinthians e Palmeiras medem forças em busca da liderança às 19h, também de domingo, na Arena do timão. No Castelão, Ceará e Fortaleza disputam um dos clássicos mais animados do país, no sábado (3), abrindo a rodada.

Clássico Mineiro

O jogo no Independência, às 19h (de Brasília) de domingo (4), marca o duelo de Fábio, jogador com mais clássicos mineiros na história, e Cleiton, estreante no gol atleticano em clássicos. Um encontro de 17 anos de diferença, já que o atleticano tem 21 anos contra 38 do cruzeirense.

Victor tem uma tendinite no joelho esquerdo e está fora do gol atleticano há quatro partidas – Fortaleza e Goiás, além dos dois jogos pela Sul-Americana diante do Botafogo. Desde então, Cleiton vem atuando no gol. O jogador só levou gols contra o Fortaleza, no empate por 2 a 2, mas ainda não sofreu nenhuma derrota.

Será a primeira vez que Cleiton, formado na base do Atlético-MG, jogará o clássico. A estreia pelo profissional foi em junho de 2017, na vitória do Galo por 1 a 0 sobre a Chapecoense, no Brasileiro. Ao todo, ele tem 17 partidas, com 11 gols sofridos.

Fábio tem um currículo extenso. Jogador com mais partidas na história do Cruzeiro, com 843 partidas, é duas vezes campeão brasileiro (2013 e 2014), três da Copa do Brasil (2000, 2017 e 2018) e sete Campeonatos Mineiros (2006, 2008, 2009, 2011, 2014, 2018 e 2019). Desde 2005, ele defende a meta cruzeirense.

Série B

O América-MG tem mais um compromisso fora de casa pela Série B. Desta vez, o Coelho enfrenta o Paraná, neste sábado, às 17h, no estádio Durival Britto, pela 14ª rodada da competição. Mesmo amargando a lanterna do campeonato, com apenas 10 pontos, o América, curiosamente, apresenta um aproveitamento melhor jogando fora de casa em relação às partidas em que é o mandante. Pode ser que, longe do Horto, o Coelho consiga iniciar a reação e deixar a zona de rebaixamento.

Avaliando as 13 rodadas disputadas até aqui, o América-MG jogou sete vezes fora de casa. As duas vitórias na competição vieram justamente jogando longe de Belo Horizonte. Além dos triunfos, o Coelho ainda soma dois empates e três derrotas, o que dá um aproveitamento de 38%.

Estevão Germano / América

Fonte: Globo Esporte / Foto: Arte/ GloboEsporte.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *