Após impasse, Caldense mantém comissão técnica e elenco; meia Éwerton Maradona é o único a sair

A tempestade que atingiu a Caldense nesta quarta-feira (10), quando o gerente de futebol Alex Joaquim deixou o cargo e as atividades foram suspensas, parece estar passando. Em coletiva realizada no fim da tarde de hoje, o presidente da Veterana, Antônio Bento Gonçalves, anunciou o acerto com o técnico Thiago Oliveira, com o restante da comissão técnica e com praticamente todo os jogadores que já estavam treinando no Centro de Treinamento Ninho dos Periquitos, em Poços de Caldas O único atleta a deixar a equipe foi o meia Éwerton Maradona.

O clube também entrou em um acordo com o diretor de marketing Victor Hugo Xavier, que voltou atrás no pedido de demissão e estava na coletiva no CT. Além deles, outros membros da diretoria e os jogadores Thiago Carpini, Zambi e Neguete participaram das entrevistas.

Segundo o presidente do clube, os salários e as condições dos contratos já foram definidas entre diretoria e jogadores, que assinariam para a disputa da Série D 2017 e do Campeonato Mineiro 2018 – mesmo período proposto pelo ex-gerente de futebol Alex Joaquim antes de deixar o clube.

Coletiva reuniu membros da diretoria, presidência e jogadores da Caldense (Foto: Lúcia Ribeiro)

– Isso foi um fato positivo, porque conseguimos impor a transparência. E os contratos foram barrados da forma como vinham e novos contratos foram firmados, a partir de um diálogo necessário com jogadores e comissão técnica – explicou Marcelo Salles, 1º vice-presidente da Caldense.

Neguete, Thiago Carpini e Zambi participaram da coletiva (Foto: Lúcia Ribeiro)
Neguete, Thiago Carpini e Zambi participaram da coletiva (Foto: Lúcia Ribeiro)

Os termos do acordo, no entanto, ainda devem ser aprovados pelo conselho deliberativo da Caldense antes de serem oficializados pelas partes.

– A questão financeira está definida, falta só a questão jurídica de como elaborar esse contrato porque são dois vencimento diferentes que é agora para Série D e Mineiro do ano que vem – completou o diretor de marketing, Victor Hugo.

Único a não entrar em acordo com o clube, Éwerton Maradona já deixou a equipe. Segundo o presidente, o jogador já teria propostas de outras equipes e, por isso, teria preferido sair.

Éwerton Maradona deixou a Caldense após impasse com diretoria (Foto: Luciano Santos / Jornal Mantiqueira)
Éwerton Maradona deixou a Caldense após impasse com diretoria (Foto: Luciano Santos / Jornal Mantiqueira)

Gerência de futebol

Durante a coletiva, Gonçalves agradeceu ao ex-gerente Alex Joaquim pelos serviços enquanto esteve no clube, além de lhe desejar sorte e um futuro promissor no mundo do futebol. Já o vice-presidente disse que a Caldense já analisa nomes para a posição e um novo profissional deve chegar em breve.

– Ainda não temos um nome para assumir a gerência, mas o presidente já está em contato com algumas pessoas. Queremos uma pessoa com parâmetros do clube – disse Salles.

Gerência de futebol ainda não tem novo nome após saída de Alex Joaquim (Foto: Lúcia Ribeiro)
Gerência de futebol ainda não tem novo nome após saída de Alex Joaquim (Foto: Lúcia Ribeiro)

Posição dos jogadores

Segundo Thiago Carpini, os atletas foram pegos de surpresa com a suspensão das atividades nesta quarta-feira, mas em momento algum houve “motim ou rebelião”. O jogador salientou ainda que o impasse não partiu do grupo.

– Houve uma divergência de informação, somos um grupo e os termos são para todos. Foi um problema contratual.

Já o técnico Thiago Oliveira salientou que, apesar do desgaste, a situação serviu para unir o grupo e deixar a relação mais clara junto à diretoria e à presidência.

– O que nós passamos de ontem para hoje, nos fortaleceu bastante. Algumas pessoas falando algumas coisas de alguns jogadores, que eram inverídicas. Jogadores, nós da comissão técnica demitidos por uma nota. O que também não foi verdade. O presidente não participou, nem nenhum dos diretores dele. Então nos fortalece muito para essa sequência – afirmou.

Caldense se reapresenta nesta sexta-feira no CT Ninho dos Periquitos, em Poços de Caldas (MG) (Foto: Lúcia Ribeiro)
Caldense se reapresenta nesta sexta-feira no CT Ninho dos Periquitos, em Poços de Caldas (Foto: Lúcia Ribeiro)

Retomada das atividades

Jogadores e comissão técnica se reapresentam na tarde desta sexta-feira no CT Ninho dos Periquitos, quando um treino técnico deve ser realizado às 15h30. A estreia na Série D está marcada para o dia 21, às 17h, no estádio Ronaldão, em Poços de Caldas.

– Vamos trabalhar, temos amanhã e sábado, para começar a semana, a semana da estreia, fortes, para fazer um bom jogo contra o Boavista – concluiu Thiago Oliveira.

Fonte: Globo Esporte Sul de Minas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *