Amanda Ribas estreia no UFC contra Emily Whitmire neste sábado

Reprodução/Instagram Amanda Ribas

Luta acontece em Minneapolis (EUA), ás 23h20

A lutadora varginhense Amanda Ribas, 25 anos, estreia no Ultimate Fighting Championship – UFC, neste sábado (29), às 23h20, contra a americana Emily Whitmire, em Minneapolis (EUA).
Confronto será pela categoria Peso Palha, que nas artes marciais mistas geralmente se refere aos competidores que pesam entre 48 e 52 quilos.

Suspensão por dopping
Em 2017, Amanda recebeu suspensão de dois anos pela Agência Antidoping dos EUA – USADA após um teste dar positivo para ostarine, uma substância proibida que ajuda no aumento de massa muscular. E isso tudo aconteceu às vésperas de cumprir duas temporadas de gancho, mas a varginhense teve sua pena reduzida pela agência antidoping americana. Segundo a entidade, a peso-palha fez uso de suplementos contaminados e por essa razão, seu afastamento foi anulado, o que significa que agora Amanda está apta a retornar aos octógonos.

Reprodução/Instagram

Contrato com o UFC
No mesmo ano, a atleta brasileira foi contratada pelo UFC e enfim realizará sua tão aguardada estreia na liga neste sábado (29).

História
Amanda Ribas, natural de Varginha, começou no jiu-jítsu na cidade por influência do pai, Marcelo Ribas, líder da equipe Ribas Family. A lutadora teve uma passagem pela equipe de judô do Minas, em Belo Horizonte, antes de migrar para o MMA. Nas artes marciais mistas, a mineira tem cartel de seis vitórias e uma derrota como profissional.
Antes de assinar com o UFC, ela passou pelo Jungle Fight, ganhou duas lutas na organização brasileira e perdeu uma. A peso-palha, que foi campeã mundial de MMA amador em 2014, estreia no UFC após derrotar a chilena Jennifer González, em maio de 2016, no evento Max Fight 18. Seu último revés aconteceu em novembro de 2015, contra Polyana Viana, no Jungle Fight 13.
Em entrevista exclusiva ao CSul, realizada em 13 de maio, Amanda Ribas disse ao redator Iago Almeida o que seus fãs podem esperar de seu próximo desafio.

“Só de ler essa pergunta eu já fico feliz ‘haha’. Podem eserar uma Amanda que vai em busca da vitória! Mostrando que uma pessoa do interior de Minas pode sim conquistar o mundo apenas com um sorriso e muita determinação e disposição de sobra”, ressaltou.

Confira a entrevista completa pelo link: www.correiodosul.com/esportes/perto-da-estrear-no-ufc-apos-suspensao-injusta-amanda-ribas-fala-com-exclusividade-ao-csul/

 

Redação CSul- Franciele Brigída

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *