“Aluno-atleta”: João do Pulo é homenageado em Três Corações

A Escola de Sargento das Armas, em Três Corações, prestou homenagens póstumas ao atleta João do Pulo. A cerimônia aconteceu na manhã desta quinta-feira (3) e contou com a presença de militares e do diretor regional dos Correios, Juarez Pinheiro. O salto que o tornou famoso foi eternizado no selo dos Correios, em outubro deste ano.

Salto recordista foi eternizado em selo, em outubro deste ano (Foto: Reprodução/ EPTV)
Salto recordista foi eternizado em selo, em outubro deste ano (Foto: Reprodução/ EPTV)

– Neste ano dos Jogos Olímpicos, dentro do tema personalidade o João do Pulo foi eleito, pelo que ele representa para o esporte nacional. E a Comissão Filatélica Nacional foi que escolheu o tema e a pessoa para ser homenageada neste ano de 2016 – explica Pinheiro.

Recordista dos Jogos Pan-Americanos do México, em 1975, o atleta ainda era aluno da ESA quando disputava diversas competições pelo mundo.

– Ele foi aluno da nossa escola para se tornar sargento em 1977 e o recorde dele foi em 1975, então ele foi um “aluno-atleta” –  conta Vinícius Ferreira Martinelli, general de brigada das Forças Armadas.

Cerimônia prestou homenagens póstumas ao ex-aluno da ESA (Foto: Reprodução/ EPTV)
Cerimônia prestou homenagens póstumas ao ex-aluno da ESA (Foto: Reprodução/ EPTV)
De João Carlos a João do Pulo
João Carlos de Oliveira virou João do Pulo quando bateu o recorde mundial de salto triplo, alcançando a marca de 17,89 metros. Marca que demorou 10 anos a ser batida mundialmente e 32 anos, na América do Sul.

O atleta é natural de Pindamonhangaba e sofreu uma cidente de carro em 1981, aos 27 anos. Ele precisou amputar a perna e encerrar a carreira. João Carlos de Oliveira morreu em 1999, com cirrose hepática e infecção generalizada.

Fonte: Globo Esporte / Sul de Minas

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *