Mostra do cotidiano do Peru no século passado é destaque em Poços

peru_internaCom cliques do fotógrafo Martín Chambi, a primeira metade do século passado no Peru é exibida em uma mostra em Poços de Caldas. Até o dia 16 de agosto, o publico pode conferir as fotografias feitas por ele que estão no Instituto Moreira Salles. As obras retratam as paisagens e o cotidiano do país andino nas décadas de 1920 e 1930.

Com domínio da luz, qualidade técnica e olhar diferenciado, as 88 imagens compõe um mosaico do país vizinho e revelam o talento de Chambi, que se dedicou a registrar a população nativa, especialmente as etnias Quéchua e Aymará.

As imagens trazem diversidades como a festa de São João em Cusco, a banda de músicos do exército no Carnaval de 1928, a ferrovia ligando duas cidades, um menino camponês rezando diante de uma cruz, um índio e sua lhama, entre outras, em que até Chambi aparece em autorretrato.

A mostra agrada quem passa pelo IMS. “Como que naquela época ele teve essa dimensão? De observar somente as fotos, que aparelho ele usou? A tecnologia da época trouxe fotos muito nítidas. Eu olhei as fotos e consegui enxergar até o detalhe das pedras”, disse a aposentada Angélica Pereira de Rezende Villas Boas.

A exposição traz então retratos de uma nação mestiça, multicultural, rica em diversidade. Povos que o fotógrafo de origem indígena e camponesa conhecia como ninguém e por isso decidiu mostrar a realidade longe da abordagem exótica, comum para a época e escolheu fazer um registro da humildade da vida andina.

Serviço – A exposição fica até o dia 16 de agosto no IMS, em Poços de caldas. A visitação ocorre de terça-feira a domingo das 13h às 19h. A entrada é franca.

4320923_x360

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *