Mitos e verdades sobre o Botox

Se ao olhar no espelho ou em uma fotografia ou, até mesmo, ao se maquiar é possível notar o aparecimento de rugas, um dos principais tratamentos indicados é a toxina botulínica. Especialista esclarece principais dúvidas

A busca pela aparência perfeita está cada dia mais incessante. Caminhando no mesmo compasso ou até mesmo mais rápida, a ciência tem progredido, consideravelmente, em relação aos procedimentos e tratamentos estéticos. Ao passo em que a estética avança, dúvidas e mitos também vão surgindo. Um dos procedimentos mais procurados e julgados é a aplicação da toxina botulínica.

De acordo com dados divulgados no Censo 2016, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), a toxina botulínica é o segundo tratamento não-cirúrgico mais procurado, perdendo apenas para o preenchimento. O tratamento é realizado através de aplicações em músculos específicos, que causam o relaxamento da musculatura de determinada região. Para a dermatologista Teresa Noviello é importante estarmos atentosacerca da utilização da toxina botulínica (Botox), pois o número de usuários adeptos vem crescendo e por isso informações devem ser esclarecidas.

“É natural que surjam dúvidas. Primeiramente, o principal ponto que o paciente deve observar é a formação do profissional médico. É de suma importância que o mesmo seja especialista na área e capacitado”, diz Teresa. A profissional selecionou alguns pontos para esclarecer e desmistificar o uso do Botox.

  • O efeito é imediato – MITO

Teresa explica que é preciso aguardar de 24 a 48 horas: “É preciso esperar dois ou três dias para que os resultados apareçam. Estudos mostram que os efeitos máximos são atingidos em duas semanas”.

  • A aplicação só pode ser feita a partir dos 30 anos –  MITO

“Não há uma idade mínima para aplicação. O mais importante é sempre ter uma avaliação correta do especialista e a indicação apropriada para o procedimento ”, pondera a dermatologista.

  • É possível prevenir rugas usando Botox – VERDADE

Teresa esclarece que as aplicações em pacientes jovens ajudam a evitar lesões profundas na derme – que causam a ruga – pois agem nos músculos que se movem excessivamente. “Há alguns músculos que se movem mais. Esse excesso de movimentações marca a pele profundamente e gera a ruga. Ao aplicar Botox nessas áreas, mesmo que possuam apenas marcas suaves, os músculos deixam de fazer esses movimentos”.

  • Botox não é indicado apenas para corrigir rugas –  VERDADE

De acordo com a profissional, o Botox é recomendado também para estrabismo, hiperidrose axilar e palmar (suor excessivo), sorriso gengival, bruxismo, distonias e espasticidade, entre outras alterações.

  • A aplicação é dolorosa – MITO

“Não, praticamente indolor e normalmente feita com agulhas bem finas (tipo de insulina)”, assegura Teresa. Mas, segundo ela, em caso de pacientes mais sensíveis , pode ser utilizado um anestésico tópico local .

  • Existem áreas no rosto em que o produto é mais eficiente – Mito

A dermatologista esclarece que o que há é a utilização correta da toxina por profissionais médicos qualificados. Ou seja, conhecimento da técnica de aplicação, no local e no músculo exato e a dose ideal, para que tenha o resultado eficaz e satisfatório.

Teresa Noviello – CRM 36821

Dermatologista, Teresa Noviello é graduada em medicina pela Faculdade Ciências Médicas de Minas Gerais, realizou residência em Clínica Médica pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais – FHEMIG e em Dermatologia pela Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro – UNIRIO. É Membro Titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD e Regional MG .

Com ampla experiência em dermatologia clínica e oncologia dermatológica, Teresa se destaca na área de dermatologia estética, com os procedimentos de aplicação de toxina botulínica (Botox), preenchimentos e laser de última geração. É especialista na técnica MD Codes, processo de harmonização e reestruturação facial com ácido hialurônico, atenuação das rugas e sulcos e revitalização da pele. Atua também como Speaker, realizando palestras e workshops para profissionais médicos, dermatologista e cirurgiões plásticos em todo o país. Ela, também, dedica especial interesse por estudos, pesquisas e procedimentos relacionados ao processo rejuvenescimento facial.

Teresa prima por oferecer um serviço diferenciado e personalizado de avaliação completa e individualizada da face aos seus clientes antes de realizar qualquer procedimento. O trabalho da dermatologista é focado no tratamento global desde as camadas mais profundas de suporte até o refinamento de rugas em camadas mais superficiais da pele.

Fonte: Naves Coelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *