Livro polêmico diz que atriz Judy Garland foi molestada no set de “O Mágico de Oz”

Judy Garland tinha 16 anos quando filmou o longa-metragem
Judy Garland tinha 16 anos quando filmou o longa-metragem

Memórias nunca publicadas de Sid Luft, terceiro marido de Judy Garland, revelam que a atriz foi molestada durante as filmagens de “O Mágico de Oz”, clássico do cinema lançado em 1939. As informações são do jornal norte-americano “The Sun”.

“Eles faziam a vida de Judy miserável no set, colocando as mãos embaixo da saia dela”, escreveu Sid sobre os atores anões, que interpretavam os Munchkins do filme. “Eles pensavam que podiam se safar de qualquer coisa porque eram pequenos. Eram homens de 40 anos ou mais”. Na época, a atriz estava com 16 anos.

A autobiografia de Sid será publicada em março nos EUA, com o título “Judy and I: My Life with Judy Garland” (Eu e Judy: Minha Vida com Judy Garland). Morto em 2005, o material escrito por Lift só foi encontrado recentemente.

Os rumores sobre o mal-comportamento dos atores anões do longa-metragem, considerada uma das obras-primas do cinema, são notícia velha em Hollywood e incluem histórias de orgias e prostituição, destacou ontem a revista “People”. Apesar dos boatos, muitos deles negaram as informações durante anos, dizendo, simplesmente, que só se divertiam.

A revista ainda destacou outro trecho polêmico do livro, no qual Sid confessa não ter reagido bem à gravidez de Judy, o que a fez optar por um aborto sem avisá-lo. “Por causa da minha reação negativa, Judy não me contou onde e quando ela faria o aborto. Eu não estava atento. Eu não enviei flores”.

Judy Garland casou com Sid Luft em 1952. O casamento deles durou 13 anos, e ela ainda se casou outras duas vezes antes de falecer, aos 47 anos, em decorrência de seu vício em remédios.

 

Fonte: O Tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *