Justiça determina que Anitta deve pagar R$ 3 mi a ex-empresária; Cantora vai ao CNJ pedir suspeição de juíza

Com tantos números astronômicos no mundo da música , Anitta está no centro de uma briga judicial que envolve alguns bons milhões. De acordo com o colunista Lauro Jardim, a 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deu vitória a Kamilla Fialho na briga que a empresária travou contra a funkeira.

Com a derrota, Anitta deve pagar cerca de R$ 3 milhões à sua ex-empresária pelo rompimento do contrato que aconteceu em 2014.

O valor, no entanto, é apenas inicial. O advogado de Kamilla, Leonardo Gomes, garante que só a indenização chega a R$ 14 milhões. Os valores também passam pelo que a empresária deixou de ganhar, podendo chegar ao montante de R$ 30 milhões.

Anitta vai ao CNJ pedir suspeição de juíza

Condenada nesta terça-feira (13) a pagar R$ 3 milhões de indenização à ex-empresária Kamila Fialho, Anitta vai entrar com um pedido de suspeição da juíza responsável pela sentença, Flávia de Almeida Viveiros de Castro.

De acordo com informações da coluna de Lauro Jardim no jornal “O Globo”, a defesa da cantora vai protocolar dois pedidos de suspeições e, ainda, com uma representação no Conselho Nacional de Justiça alegando parcialidade da magistrada.

Fonte: Notícias ao Minuto / Foto: Getty Images

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *