Em comemoração aos 30 anos da morte de Raul Seixas, será criado o Dia do Cover em sua homenagem

Raul Seixas pode até não ter nascido há 10 mil anos “atrás”, como cantava em uma de suas canções mais icônicas, mas deixou esse mundo para se juntar à constelação de gênios imortais há exatamente 30 anos.

Foi o porta voz de uma geração que não se calou até ser ouvida, usou poesia como arma, cantou filosofia para todas as classes e se transformou num mito do rock nacional.

Foi autor de letras ousadas para época, mas soube também emocionar com letras inspiradoras e, uma das mais conhecidas, “Tente outra vez”, foi responsável pela carreira de sucesso da dupla Chitãozinho e Xororó.

Os cantores contaram numa entrevista que estavam decididos a procurar outra coisa para ganhar dinheiro, saíram com o carro para vendê-lo e na rádio tocou a famosa canção que pedia para não desistir e tentar outra vez. “Nós nos olhamos e entendemos como um sinal. Foi muito emocionante”, relembra a dupla. Pouco tempo depois emplacaram o primeiro grande sucesso: “Fio de Cabelo”.

A história da música brasileira jamais seria a mesma não fosse por Raul. Nascido em Salvador na Bahia e, enquanto todos na cidade escutavam Luiz Gonzaga, Raulzito se trancava no quarto para ouvir Elvis Presley. Montou uma banda, depois seguiu carreira solo e, entre altos e baixos, conseguiu criar um verdadeiro legado.

Até hoje inspira milhares de fãs e discípulos que carregam a missão de continuar sua metamorfose ambulante no palco, muitas vezes, literalmente. Desde sua morte não para de crescer o número de imitadores do maluco beleza e agora, em algum lugar do Brasil, certamente alguém está imitando o Raul para um público animado que não para de pedir “toca Raul”.

O Mundo dos Covers

O universo de covers de Raul é gigante e, entre tanta gente querendo homenagear o eterno pai do rock nacional, um artista de longa experiência saiu na frente! Ele é J. Peron, músico e compositor que há mais de 10 anos interpreta Raul Seixas e já participou de inúmeros programas na TV como Faustão, Ratinho, entre outros.

E na última sexta-feira (17), J. Peron encarnou o cowboy fora da lei na maior arena do mundo e levantou a galera na Festa do Peão de Barretos. A ocasião foi uma homenagem a Raul e Peron, ao lado da deputada estadual Valéria Bolsonaro, anunciou a criação oficial do Dia do Cover.

J. Peron interpreta Raul Seixas na arena da Festa do Peão em Barretos 2019
O projeto já foi protocolado na Assembleia Estadual e a proposta é estabelecer o dia 21 de agosto, data do falecimento de Raul, como o dia oficial de todos os covers do Brasil. A iniciativa partiu do próprio J. Peron, assessorado pela Agência Breeders de Comunicação.

Escola de Covers

Escola de Covers foi lançada há dois meses por J. Peron. Os cursos têm formato online com videoaulas e os alunos aprenderão técnicas importantes para a caracterização fiel dos artistas.

O primeiro curso é para quem deseja ser cover de Raul Seixas. Peron entrega tudo que aprendeu ao longo dos anos interpretando um dos cantores mais polêmicos de todos os tempos. “É preciso aprender certos trejeitos do artista, como ele se movimenta nos palcos, ou seja, a caracterização correta. Os mínimos detalhes são importantes para quem quer realmente ser confundido com o artista real enquanto se apresenta”, explica Peron.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *