Conheça o lugar habitado mais frio do mundo

Uma remota cidadezinha de 920 habitantes no leste da Sibéria, na Rússia, detém o título do lugar habitado permanentemente mais frio do mundo. As temperaturas de inverno em Oymyakon ficam em torno de -50 ºC.

Conhecida como o ‘Polo do Frio’, a temperatura mais baixa alguma vez registada em Oymyakon foi, Segundo The Weather Channel, em 1924, o impressionante registro de 71,2 graus negativos.

Já imaginou como é viver em um lugar onde o frio congela as lágrimas, a barba, os cílios e tudo que não estiver coberto?

Notícias ao Minuto

Além desses incovenientes, como o congelamento da água dos canos, por exemplo. Outra curiosidade, é que quando o chão está congelado, não se torna porssível cavar sepulturas. Dessa forma, deve-se derreter primeiro o gelo com uma fogueira, para só depois enterrar o morto.

Notícias ao Minuto

“Normalmente no inverno faz -50 ºC. Quando faz entre -45º e -40º é quase quente. Entre -58º e -64º há geadas extremas”, explicou Max, do escritório oficial de turismo, oymyakon.ru ao ‘El País Brasil’.

Os carros não só não dormem fora de casa, mas têm garagens aquecidas. “Os motores não arrancam a -20 °C e -50 °C, ficam como um bloco de gelo”, nos contam.

Notícias ao Minuto

A cidade grande mais próxima, Yakutsk, está a 929 quilômetros de distância, mas no distrito de Oymyakonsky existem cinco outras cidades e no total há cerca de 5.000 habitantes.

Notícias ao Minuto

A dieta em Oymyakon é essencialmente carnívora, principalmente porque não há planta que cresça no chão gelado e as frutas e legumes são muito caras. Algumas de suas especialidades culinárias incluem carne de veado, de bezerro e potro.

Notícias ao Minuto

As crianças não podem estar fora quando a temperatura cai abaixo de -68 °C. Com -49 °C podem brincar na rua só por 20 minutos. A -58 °C qualquer parte da pele exposta ao frio se congela rapidamente. Um mês por ano as crianças não vão à escola porque a temperatura está abaixo dos -54 °C.

Notícias ao Minuto

E aí, você encararia esse frio todo?

Fonte: Notícias ao Minuto / Fotos: Reuters

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *