‘Celebridades anônimas’ da região faturam com seguidores na internet

marireis_instagram2Eles não estão na novela das nove, mas através da exposição nas redes sociais, possuem milhares de seguidores, recebem centenas de ‘likes’ e, alguns deles, já estão conseguindo até fazer destas publicações o salário do mês. É o caso da modelo fitness e atleta fisiculturista na categoria Wellness, Mari Reis, de Varginha.

A modelo narra em fotos como é a rotina dela com treinos, alimentação, estilo de vida, moda e comportamento. E, graças à sua fama nas redes sociais, Mari já tem mais de 300 mil seguidores e tem atraído inúmeras marcas interessadas em utilizar a imagem dela para divulgação de produtos.

“No início era só permuta, mas as coisas melhoraram pra mim e acabei abandonando a faculdade de Educação Física, porque vi que trabalhar com esse tipo de marketing é muito mais rentável do que seguir como educadora física. Meu ganho é muito maior”, revela a modelo.

Ela conta ainda que conseguiu inserir o marido, que é nutricionista, nas mídias sociais e que ele também está lucrando com a exposição. Além disso, o sucesso nas redes sociais também rende parcerias com clínicas de estéticas, salões de beleza, nutricionistas, médicos e treinadores. A modelo não revela o quanto ganha com a exposição, mas garante que está muito satisfeita com o retorno.

“Eu precisei contratar um assessor para agenciar os meus contratos, porque eu já não estava conseguindo fazer isso sozinha. Hoje, penso que, grande parte do meu sucesso, eu consegui com a internet”, diz a musa fitness.

Abriu o próprio negócio
Ainda em Varginha, a cosmotóloga e esteticista Adrícia Carla Bueno Moreira conseguiu montar a própria clínica depois que começou a fazer postagens na internet.

“Um ano atrás eu trabalhava em um salão de beleza aqui da cidade e comecei a publicar na rede social os resultados obtidos pelas clientes. Em pouco tempo eu fui conseguindo retorno com as postagens e consegui abrir o meu próprio espaço de estética”, explica Adrícia.

A cosmotóloga e esteticista Adrícia Carla Bueno Moreira, de Varginha (MG), diz que montou uma clínica só dela graças às postagens. (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)A cosmotóloga e esteticista Adrícia Carla Bueno Moreira, de Varginha (MG), diz que montou uma clínica só dela graças às postagens. (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

A esteticista garante que tanto a mudança de endereço como a guinada na profissão deve-se às publicações nas redes sociais.

“Meu trabalho passou a ser mais acompanhado quando eu passei a colocar fotos na internet. Eu posto o antes e depois dos tratamentos, e, claro, tudo com autorização das minhas clientes. Não gasto nada com as publicações, pois eu mesma as faço. Foi uma ótima forma de ganhar mais espaço no mercado e faturar com isso”, conta a esteticista.

Mudança de hábitos
Quem também comemora o sucesso na internet é o atleta Alisson Eduardo da Silva Mota, de Alfenas (MG). Assim como a “musa” de Varginha, o jovem de 24 anos fez da mudança do estilo de vida uma oportunidade rentável.

“Desde que mudei meus hábitos, passei a publicar minha rotina de treinos em uma rede social. No início, há cinco meses, eu tinha cerca de 300 seguidores, mas tudo mudou quando fechei parceria com uma marca de suplementos conhecida em todo Brasil. Desde então, o número de seguidores passou dos 22 mil”, disse Alisson.

O jovem que trabalha com edição e captação de imagens também segue carreira como atleta fitness e, desde que conquistou o corpo desejado, passou a faturar com as publicações na internet.

Jovem de Alfenas (MG), ganha dinheiro com as postagens na web e já tem mais de 22 mil seguidores (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)Jovem de Alfenas, ganha dinheiro com as postagens na web e já tem mais de 22 mil seguidores
(Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

“Em alguns casos, recebo apenas os produtos em troca das divulgações, já em outros, recebo a parceria em dinheiro. A internet me ajuda, porque sem esses apoios e retornos financeiros, eu não teria como prosseguir com a minha carreira de atleta”, completou.

Triplicou o atendimento
Em Poços de Caldas, quem também abraçou a oportunidade é o dentista Fábio Tranches que viu a clientela triplicar após dar início à divulgação do trabalho dele na internet.

“Estou conquistando um ótimo público. Além disso, a internet permite que os clientes satisfeitos deem o depoimento deles através dos comentários nas redes sociais, fator que expande ainda mais o meu leque de atendimentos”, fala o dentista.

Ainda de acordo com o profissional, por ser um tipo de mídia eficaz com custo baixo ou até inexistente, fica mais fácil para atingir o público que ele pretende.

O dentista Fábio Tranches, de Poços de Caldas (MG), diz que conseguiu triplicar o número de pacientes desde que passou a fazer publicações na webb (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)O dentista Fábio Tranches, de Poços de Caldas, diz que conseguiu triplicar o número de pacientes desde que passou a fazer publicações na webb (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

“A grande vantagem foi o encurtamento de tempo para que eu tenha reconhecimento no setor. Eu divulgo os melhores trabalhos que realizo e consigo atingir pacientes específicos de acordo com os tratamentos publicados”, garante.

Tendência de mercado
Nos últimos anos, o marketing nas redes sociais tem sido um dos segmentos que mais cresce em todo o mundo. Há 19 anos no mercado, o publicitário Welligton Espanha afirma que esse é um caminho sem volta em termos de tendência de marketing online e as empresas precisam se adaptar a esse novo cenário.

“Estas ações nas mídias sociais são processos irreversíveis e que vieram pra ficar. Não há como ver o mundo sem a influência das publicações feitas na rede. Hoje, uma publicação compartilhada milhares de vezes acaba se tornando ‘viral’ e os responsáveis acabam faturando com isso. Com certeza, é um mercado em plena expansão”, explica o profissional de Relações Públicas e mestre em Administração e Gestão de Negócios.

Empresário do ramo publicitário, de Varginha (MG), precisou contratar novos funcionários para atender a demanda de serviços relacionados às redes sociais (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)Empresário do ramo publicitário afirma que marketing nas redes sociais é um dos segmentos que mais crece em todo o mundo (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

Segundo Espanha, a tendência de aproximação do consumidor e criação de laços de relacionamento no marketing digital moderno encontrou nas redes sociais o canal ideal para criação desses pontos de contato. Ela apresenta novos desafios já que o marketing em redes sociais difere totalmente das outras formas de marketing online que as empresas estavam acostumadas a utilizar.

A divulgação em mídias sociais obedece a uma mecânica própria, mais sutil e estruturada. Entretanto é importante que as empresas se conscientizem dessa diferença e se adaptem a essa nova realidade.

“O mercado está aí pra todo mundo, mas mesmo quando a exposição é na internet, é preciso saber investir da maneira correta. Posts irreverentes e funcionais surtem efeito positivo, tanto para empresas quanto para pessoas comuns. Entretanto, é preciso ressaltar que a exposição feita de forma errada pode gerar resultados inexpressivos”, explica o publicitário.

A modelo Mari Reis não revela quanto fatura com as postagens, já a esteticista Adrícia Moreira conseguiu abrir o próprio negócio (Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)A modelo Mari Reis não revela quanto fatura com
as postagens, já a esteticista Adrícia Moreira diz
que conseguiu abrir o próprio negócio
(Foto: Reprodução/ Arquivo Pessoal)

Publipost
Ainda segundo Espanha, é preciso tomar cuidado com a publicidade velada. Proibida por lei, a prática de anúncios pagos sem caracterização da atividade comercial pode resultar em multa à empresa que pagou pelo post e danos para quem publica o conteúdo, como a perda tanto da credibilidade como a de anunciantes.

De acordo com o Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária (Conar), tal medida visa impedir que a publicidade seja feita conforme com as normas éticas a serem obedecidas pelos anunciantes e agências de publicidade na elaboração de seus anúncios. Vale lembrar que não importa se a pessoa que publicou o post pago é uma celebridade ou não.

“A relação com o consumidor deve ser pautada pela honestidade, lealdade e cooperação. Portanto, a publicidade deve ser identificada de forma fácil e imediata. Se o produto ou serviço não for sinalizado como publicidade, pode ser considerada uma forma de enganar o consumidor”, explica Wellington Espanha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *