Caitlyn Jenner passa a noite em claro pensando nos direitos da comunidade transgênera

Em novo vídeo de I Am Cait, que estreia dia 2 de agosto no E!, Caitlyn Jenner admite que tem problemas para dormir. O que mantém você acordada à 4h32? Como explica aos 65 anos de idade, quer ser um bom m odelo e fazer sua parte para ajudar a comunidade transgênero.

“Eu me sinto mal por essas pessoas, especialmente as mais jovens, que estão passando por um momento muito difícil em suas vidas. Não queremos que as pessoas morram por isso. Não queremos que as pessoas sejam assassinadas por isso. Qual é responsabilidade que tenho para com esta comunidade? Está tudo bem? Devo dizer as coisas certas? Projeto a imagem correta? Minha mente dá voltas com esses pensamentos. Espero fazer direito. Espero fazer certo”, confessa Jenner, filmada na cama sem maquiagem.

Jenner não precisava se preocupar.

Depois de anunciar ao mundo que é uma mulher transgênero, teve a oportunidade de falar com várias pessoas da comunidade que lhe agradeceram por ser uma inspiração. “A partir da entrevista com Diane Sawyer, todos os dias… É emocionante abrir minha caixa de emails… Recebo e-mails todos os dias das pessoas em todo o mundo. Tenho recebido muitas de mulheres transgêneros, contando suas histórias e dizendo o quão emocionadas ficaram ao ver o programa com Diane”, disse Jenner a Vanity Fair.

Jenner recordou uma carta de uma mulher transgênero em Nova York. “Tinha muitas coisas interessantes para dizer, e, ao final, deixou seu número de telefone. Assim que a contatei. Creio que ficou surpresa com a minha ligação”, contou. A conversa durou cerca de 45 minutos. Jenner disse que decidiu chamar a mulher por outra razão. “Eu tenho uma enorme plataforma. Como posso usar para fazer disso algo melhor? A única maneira que tenho é falando com as pessoas”, disse.

pq_I_Am_Cait_12

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *